quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

PM vai escoltar ônibus em Natal, mas circulação é incerta nesta sexta (20)

A circulção dos ônibus urbanos em virou um impasse nesta sexta-feira, dia 20. Devido à onda de ataques que atingiu a capital durante os últimos dois dias, com 22 veículos do transporte público incendiados, os rodoviários decidiram suspender as atividades ainda por volta das 13h desta quinta-feira, 19, e definiram que não irão sair das garagens.

Para tentar garantir a normalidade do serviço, homens do 4º Batalhão da Polícia Militar irão escoltar, já às 3h da manhã desta sexta, os ônibus que prestam ao serviço público de transporte da capital. Mas o reinício das ativades permanece incerta.

Em reunião realizada na noite desta quinta-feira, o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário em Natal (Sintro) decidiu por suspender as atividades em razão da falta de segurança. O Sindicato das Empresas do Transporte Urbano da capital (STTU) também confirmou que os veículos não sairão às ruas. 

Apesar disso, a Polícia Militar garantiu suporte à circulação dos ônibus. "Primeiro, os policiais darão suporte aos carros que recolhem motoristas e cobradores para levá-los às garagens. Depois disso, nós iremos garantir escolta para as primeiras viagens. É um trabalho preventivo para evitar novos ataques", detalhou Major Marcos Antônio de Oliveira Lisboa, comandante do 4º Batalhão da PM.

Nos últimos dois dias, 22 ônibus e 02 micro-ônibus foram alvos de criminosos. Ataques foram registrados nas cidades de Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Ceará-Mirim, João Câmara, Macau, Caicó, Touros e Maxaranguape. 

Fonte: Novo

Nenhum comentário:

Postar um comentário