segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Rápido Marajó, mas pode me chamar de Itapemirim

É fato que toda notícia que envolve a Viação Itapemirim é sempre vista com uma atenção maior do que a marca em si. Recentemente, noticiamos a compra de vários G6s e Elegances ex-Cometa por parte da empresa – e de quem a assumiu. E eis que aparecem assim, com as cores da Itapemirim, mas com o nome da… Rápido Marajó.

Sim, a Rápido Marajó. Ano passado, a empresa, que pertence ao grupo que controla a Transbrasiliana, recuperou vários ônibus e alugou outros, com novo layout e a promessa de reinvenção. E é no nome dela que no momento estão aparecendo os ônibus, mesmo estes tendo o layout e os protocolos de numeração da tradicional empresa capixaba.

As informações que têm chegado à respeito desse rolo são confusas e nada pode ser confirmado agora, nem sobre onde entra a Marajó na história, nem quem estaria compondo um consórcio com a Itapemirim; em outros ônibus já caracterizados com o nome da Itapemirim, o nome “Consórcio” aparece acima dos mesmos.

Como se sabe, a Itapemirim enfrenta processo de recuperação judicial, e teria sido vendida a um grupo de investidores. Junto dela, foi a Kaissara, que além de ser fundida a Itapemirim, foi incluída na recuperação judicial da empresa.

Todas as informações que forem chegando à respeito de mais essa movimentação que está acontecendo na Itapemirim estão sendo cuidadosamente apuradas e as que tiverem fundamento ou confirmação serão publicadas no Portal Ônibus Paraibanos. Aguardem mais cenas dos próximos capítulos.

Por Josivandro Avelar

Nenhum comentário:

Postar um comentário