quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Empresas protocolam pedido de reajuste da tarifa de ônibus em Natal

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Natal (Seturn) protocolou, na manhã desta terça-feira (31), junto à Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), o pedido de reajuste da tarifa de ônibus da capital potiguar. A informação foi confirmada pelo consultor do Seturn, Nilson Queiroga.

As empresas de transporte urbano solicitaram o incremento de R$ 0,50 no atual valor da tarifa. Isso significa que as passagens saltariam de R$ 2,90 para R$ 3,40, o que representa um acréscimo de 11,7%.

O último aumento aconteceu exatamente há um ano. Em 31 de janeiro de 2016, os ônibus da capital passaram a circular cobrando o valor de R$ 2,90 por passagem. Antes, a tarifa custava R$ 2,65.


O reajuste, segundo defende Nilson Queiroga, reduz a defasagem tarifária. “No último ano, o Seturn registrou uma queda de 10% dos usuários do transporte público. Além disso, passamos por aumento salarial de motoristas e cobradores e por aumento no valor do óleo diesel. Empresas privadas precisam ter lucro para funcionar. Hoje, operamos no limite”, afirmou.

Nilson ainda criticou o edital da licitação do transporte público, que hoje teve a primeira sessão de abertura de documentos e acabou sem nenhuma empresa apresentar interesse. Segundo o consultor, “o projeto é inviável financeiramente. O edital não garante equilíbrio financeiro para as empresas e, por isso, dificilmente vão aparecer concorrentes”, colocou.

O edital foi lançado em 9 de novembro do ano passado. Os envelopes deviam ter sido abertos já no último dia 10, mas a Comissão Especial decidiu adiar o prazo para que as empresas tivessem mais tempo de se adequar às exigências legais do processo.

A expectativa era de licitar dois lotes do transporte público, cada um com 37 linhas. O lote 1 do Sistema Regular (ônibus) vai atender as zonas Oeste e Sul da cidade. O investimento previsto para este lote é de R$ 179.246.922,00. O lote 2 contempla linhas que vão circular pelas zonas Leste e Norte da capital. Os valores são de R$ 170.330.836,00.

A assessoria de comunicação da STTU informou não ter conhecimento do pedido de reajuste tarifário feito pelo Seturn. Assim que o pedido passar pelo setor de protocolo, ele será avaliado por uma comissão para, em seguida, entrar em discussão. Não há previsão para que isso aconteça.

Fonte: Novo

Nenhum comentário:

Postar um comentário