quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Unidade do SEST/SENAT de João Pessoa é a primeira da Região Nordeste a receber simulador de direção

A Unidade do SEST/SENAT de João Pessoa agora conta com um simulador de direção híbrido, voltado a capacitação de motoristas de cargas e de passageiros. A metodologia de aprendizagem do curso permite acompanhar o desempenho e evolução dos alunos em tempo real, bem como promover as correções necessárias no sentido de que o treinamento seja concluído para uma condução segura e econômica.

Além de tudo isso, a prática não contribui para a emissão de gases poluentes e ocupação de vias já congestionadas. João Pessoa foi a primeira cidade da base da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste a receber o equipamento, capaz de simular os principais tipos de situações vividas nas estradas e vias urbanas, como obstáculos, neblina, chuva forte, avarias nos veículos e manobras arriscadas.

Qualificação de ponta

“Com a implementação de um equipamento desse porte e nível em seus cursos, o SEST/SENAT ratifica sua preocupação em aliar a alta tecnologia à qualidade dos seus serviços. É qualificação de ponta, em ambientes inovadores e dotados com recursos de alto padrão tecnológico e didático”, destacou o presidente do Conselho Regional Nordeste II da entidade e da FETRONOR, Eudo Laranjeiras.

Ele confirmou que nos próximos três anos 50 mil motoristas receberão esse treinamento nas unidades operacionais que funcionarão em todo o Brasil, em mais uma significativa conquista dos trabalhadores. Para o superintendente executivo de Mobilidade Urbana de João Pessoa, engenheiro Carlos Batinga, a iniciativa, além de melhor capacitar e qualificar, aumenta a segurança dos operadores e usuários de transportes, o que faz com que a sociedade ganhe como um todo.

Já a diretora da Unidade do SEST/SENAT João Pessoa, Soledade Pontes, conclamou os colaboradores a aproveitarem essa ferramenta que muito irá contribuir para o engrandecimento profissional e estreitamento das relações entre a Instituição, empresas e profissionais, que com seu trabalho alavancam e fortalecem o setor, ao dar mais um passo de qualidade em suas atividades.

Funcionalidade

Com 37 dos 52 anos de vida dedicados a atividade profissional, o presidente do Sindicato dos Motoristas da Paraíba, Antônio de Pádua, experimentou e aprovou o simulador, pela funcionalidade e quantidade de recursos capazes de fazer o motorista vivenciar uma série de situações que talvez nunca tenha passado e de inúmeras possibilidades que não seriam possíveis em um treinamento real.

A gerente de Recursos Humanos do Consórcio Unitrans, formado pela Transnacional e Reunidas, Isabela Maria, também considerou o equipamento de suma importância no processo de qualificação dos motoristas, incorporado pelas empresas, através de programas de treinamento, como o “Operador em Ação”, que tem duração de um ano, resulta em premiação aos colaboradores e envolve assuntos ligados as áreas técnica, comportamental e operacional, focados na direção e cuidado com vidas.

Fonte: Cândido Nóbrega
Imagens Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário