sábado, 29 de abril de 2017

Em dia de paralisação, Natal tem ônibus e trens com frotas reduzidas

O transporte público em Natal circulou com 40% da frota, segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Rio Grande do Norte (Sintro), nesta sexta-feira, 28. A entidade sindical aderiu à paralisação nacional em protesto às reformas trabalhista e previdenciária.

A circulação de 40% dos ônibus obedece determinação do Tribunal Regional do Trabalho. As linhas 13 (Redinha/Petrópolis), 23/69 (Felipe Camarão II/Alecrim), 588 (Circular UFRN), 592 (Soledade II/Santa Cecília) e 593 (Residencial Redinha/Panatis) não operaram durante todo o dia.

Já as linhas 05 (Vale Dourado/Petrópolis) e 67 (Vale Dourado/Petrópolis, via Rua Santa Luzia); 19 (Cidade da Esperança/Ribeira, via Quintas) e 25 (Bairro Nordeste/Petrópolis); 30 (Felipe Camarão/Pirangi, via Candelária/Campus) e 31 (Felipe Camarão/Pirangi, via Campus/Candelária); e 35 (Soledade I/Candelária, via Av. Prudente de Morais) e 85 (Soledade I/Petrópolis, via Ponte Newton Navarro); operaram unificadas.

Na capital, apenas os ônibus da empresa Guanabara não operaram pela manhã, pois bloqueio feito por manifestantes do Movimento Sem Terra (MST), na porta da garagem da empresa, impediu a circulação dos veículos. O bloqueio também afetou as rodovias BRs 406 e 101 Norte, entre os municípios de Extremoz e Ceará-Mirim.

Com relação aos ônibus intermunicipais, as empresas Jardinense, Expresso Cabral, Riograndense, Alves e Oceano recolheram os ônibus. Somente a Nordeste realizou viagens, mas com itinerários reduzidos.


A Companhia Brasileira de Trens Urbanos informou que as viagens foram reduzidas. Na Linha Norte (Natal/Ceará-Mirim) ocorreu uma viagem, às 5h20, partindo de Ceará-Mirim com destino a Natal. A outra, às 18h40, partiu de Natal para Ceará-Mirim. Na Linha Sul (Natal/Parnamirim), houve uma viagem às 7h24, partindo de Parnamirim com destino a Natal, e outra, às 18h45, partiu de Natal para Parnamirim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário