sexta-feira, 7 de julho de 2017

Ônibus-túnel da China pode ser fraude, dizem autoridades

No ano passado, ganhou destaque na mídia um revolucionário “ônibus” que circulava apoiado em trilhos e rodas de borracha sobre os veículos na rua, como se fosse um túnel ambulante. O projeto chamado TEB, sigla em Inglês que significa Ônibus de Passagem Elevada, foi testado em Qinhuangdao, na China, e despertou interesse de outros países, inclusive do Brasil.

Entretanto, do ponto de vista funcional o veículo de 300 metros de comprimento e capacidade para transportar 1 200 passageiros acabou não dando certo, como também já tinha noticiário Diário do Transporte. Mas o problema pode ser maior ainda.

A polícia de Beijing investiga se a TEB Technology Development foi criada somente para que os responsáveis conseguissem dinheiro por um site de colaborações.

Ao menos 30 pessoas envolvidas na compra da patente do veículo foram presas suspeitas de envolvimento numa plataforma de financiamento online chamada Huaying Kailai

O responsável por este site é Bai Zhiming, principal acionista da TEB Technology.

Os policiais querem agora identificar para onde foram destinadas as doações e rastrear o dinheiro a fim de recuperá-lo.

Em torno de 70 pessoas já denunciaram e processaram o site, a empresa de tecnologia e o fundador.

A captação de recursos teria sido ilegal e o projeto foi apenas de fachada, suspeita a polícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário