quinta-feira, 3 de agosto de 2017

DNIT confirma a retirada de sete lombadas instaladas na Reta Tabajara

Magnus Nascimento/Tribuna do Norte
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) vai retirar sete lombadas do trecho da BR-304 conhecido como Reta Tabajara. Atualmente, existem 13 lombadas em um trecho de 12 quilômetros, colocadas para a realização da obra de duplicação da rodovia, mas que contribuem para a insegurança relatada por motoristas que trafegam na região. O trabalho para a retirada das lombadas deverá durar uma semana e, segundo o DNIT, será iniciado quando houver uma diminuição das chuvas que estão atingindo a região Leste do Rio Grande do Norte.

O serviço será feito por partes para que a Reta Tabajara não precise ser totalmente interditada. Uma das faixas da via entrará no sistema de “pare e siga” para a retirada da metade da lombada e, em seguida, haverá uma mudança de lado para a execução da retirada da outra metade da lombada.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) pediu a retirada de algumas lombadas ainda em fevereiro por conta do número de assaltos que acontecem na via. Serão retiradas as lombadas dos quilômetros Km-281,80, Km-282,94, Km-284,00, Km-285,00, Km-286,10, Km-287,20 e Km-288,20.

As obras de duplicação da Reta Tabajara estão paralisadas desde o dia 25 de abril em função de uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) e ainda não há uma previsão para a retomada dos trabalhos. A estimativa do DNIT é de um prejuízo de R$ 1 milhão por causa da paralisação das obras, contabilizando recursos humanos, materiais, equipamentos, a necessidade de refazer alguns serviços, como terraplanagem, e os reajustes nos preços.

As obras de duplicação da Reta Tabajara envolvem investimentos de R$ 237 milhões, sendo 16 quilômetros de duplicação, construção de cinco vias elevadas, duas passarelas para travessia de pedestres e ciclovia. Inicialmente, o cronograma previa que os trabalhos fossem concluídos em dezembro de 2018.

Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário