quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Setor de transportes do RN em luto pela morte de Chico Cabral

O setor de transportes do Rio Grande do Norte está de luto pela morte de Francisco Cabral de Oliveira, conhecido como "seu Chico", fundador da Expresso Cabral. Ele tinha 92 anos, e faleceu na noite da última terça-feira, 19, vítima de pneumonia. Motoristas e cobradores da empresa colocaram faixas pretas nos veículos da empresa, simbolizando o luto de seu fundador.


A Viação Campos, empresa que opera linhas metropolitanas na Grande Natal, também colocou faixas pretas nos seus veículos, em respeito a morte de Chico Cabral. Em Macau, principal cidade atendida pela Expresso Cabral, o prefeito Túlio Lemos decretou luto oficial de três dias.


O corpo de seu Chico foi velado ao longo da manhã, no Centro de Velório Morada da Paz, em Natal. O sepultamento foi marcado para as 15 horas, no Cemitério Morada da Paz, em Emaús.


Com mais de meio século de serviços prestados ao Rio Grande do Norte, a Expresso Cabral tem contribuído para o desenvolvimento econômico da Região Salineira e Litoral Norte do RN, interligando cerca de 40 localidades no Estado, gerando empregos e melhorando a qualidade de vida dos norte-riograndenses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário