terça-feira, 24 de outubro de 2017

MT: Em Cuiabá 88% dos usuários reprovam transporte coletivo

Quase 88% dos usuários que utilizam o transporte coletivo em Cuiabá avaliam o sistema de forma negativa. Para 15,19% o serviço está péssimo, 28,99% avaliam como ruim e para 43,48% o transporte coletivo está regular. Apenas 12,09% dizem que o serviço está bom e 0,25% arrisca um ótimo.


Os dados fazem parte da pesquisa de opinião sobre a prestação dos serviços públicos delegados de Transporte, da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec). Foram entrevistados 1.580 usuários em agosto deste ano.

No geral, a pior avaliação foi dos usuários das linhas 607-Parque Atalaia/Centro, onde 55,5% dos entrevistados consideram ruim o transporte coletivo na capital, e o 360-Residencial Picolli/Unic, onde 53,1% dos usuários consideraram o sistema ruim.

Os principais problemas apontados pelos usuários estão ligados ao sucateamento da frota, além da falta de mais carros para atender as linhas. Em relação ao grau de conservação, limpeza e conforto dos ônibus, 24,81% consideram ótimo ou bom, 38,10% regular e 37,09% ruim ou péssimo.

Mais da metade dos usuários, 50,8%, disse que pega os veículos lotados a maior parte das vezes durante o trajeto. Já 31,71% das pessoas ouvidas disseram que sempre viajam em ônibus lotados.

Em relação ao horários que os ônibus circulam, 70% dos usuários ouvidos afirmaram que não confiam. Ao serem questionados sobre a pontualidade em que os veículos passam nos pontos, ele afirmaram que 48,99% dos ônibus não são pontuais.

Esse é um dos problemas relatados pelos usuários da linha 360 do Residencial Picolli. A linha, que não é a única do bairro, é a que mais recebe reclamações. Segundo Jaqueline Firmo, 23, moradora do bairro, a linha possui poucos carros e, por isso, o tempo para conseguir pegar o ônibus chega a ser de mais de 1h. Ela explica que a linha é a única no bairro que vai direto até a faculdade e a região da avenida Beira Rio.

“Na verdade a gente não sabe muito bem o horário certo que ele passa, depende do trânsito no dia, mas em média era para que passasse após 1h30 da saída do outro ônibus, mas às vezes passa depois de 2h ou até depois disso”.

Outro lado: Em nota a Associação dos Transportadores Urbanos (MTU) afirmou que a pesquisa da Arsec é considerada importante para que o serviço de transporte coletivo tenha mais subsídios para atender melhor os usuários. Além disso, a empresa destacou que a pesquisa foi positiva, pois em várias situações avaliadas, os usuários se apresentaram satisfeitos. A empresa informou ainda que tem investido em inovações tecnológicas e de infraestrutura que beneficiem o sistema de transporte coletivo e resultem em conforto para a população.

Foto: Marcus Vaillant (Gazeta Digital)

Nenhum comentário:

Postar um comentário