sábado, 21 de outubro de 2017

Natal terá binário em mais cinco vias

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) irá implantar novos binários (transformação do fluxo em via única) em cinco avenidas da cidade, durante os próximos meses. O planejamento está sendo feito nas avenidas Jaguarari, São José (zona Sul), Maranguape, Guadalupe e Castelo Branco (Zona Norte). Ainda não há data definida para as alterações, nem os sentidos do fluxo das respectivas vias.

Foto: Magnos Nascimento/Tribuna do Norte

O planejamento mais avançado está nas avenidas São José e Jaguarari, paralelas. No entanto, há entrave na São José por causa de um “trecho complexo”, para o bairro de Lagoa Nova, o que atrapalha a implementação, de acordo com o secretário-adjunto da STTU, Walter Pedro da Silva. Desde 2016, as avenidas Amintas Barros, Miguel Castro, Nascimento de Castro, Antônio Basílio, Capitão-Mor Gouveia e Jerônimo Câmara funcionam desta forma. Para a secretaria, a criação de binários melhora a fluidez do trânsito.

A transformação de avenidas em binários faz parte de uma série de mudanças que a STTU realiza no trânsito de Natal este ano. Nesta semana, o estacionamento ao lado ou sobre canteiro central da avenida Afonso Pena foi liberado durante o dia (até às 19h). Esta é a sexta via que sofre mudança neste sentido. As outras são a avenidas Campos Sales, Nascimento de Castro, São José (entre a Lima e Silva e Jerônimo Câmara), Antônio Basílio (entre a Salgado Filho e Rui Barbosa) e a  Rodrigues Alves. (Confira no quadro ao lado o funcionamento de cada uma dessas vias)

Foto: Magnos Nascimento/Tribuna do Norte
Walter Pedro explica que estas mudanças obedecem caráter técnicos de fluidez da via, risco de acidentes e posição dos carros. É o exemplo da avenida São José, onde havia muitos pedidos para liberar o estacionamento no canteiro central por causa da grande quantidade de veículos frente ao hospital Promater. No início, fora permitido durante todo o dia, mas a medida causou impacto negativo no fluxo porque a via ficou mais estreita. Agora, só pode estacionar entre 19h e 6h, horário de menor fluxo de carros, mas de grande demanda no hospital.

Esta alteração despreocupa a STTU em relação aos veículos estacionados de forma irregular nestas vias e possibilita descentralizar a fiscalização de estacionamento em canteiros de outros trechos. A regra geral é que estacionar nestes lugares é proibido. “Nós sabíamos que nestas vias muita gente estacionava de forma irregular e por isso fazíamos uma fiscalização mais intensa. Com a permissão durante o dia ou em horas específicas, obedecendo caráter técnico, isso possibilita que nossos agentes trabalhem em outros canteiros centrais”, avalia Walter Pedro.

Em 2016, foram aplicadas 12 mil multas por estacionamento proibido ao lado ou sobre o canteiro central. A infração é a mais recorrente aplicada por meio dos descentralização da fiscalização. “Como a gente agora vai poder ver outros trechos, não sabemos se isso vai diminuir este tipo de infração. Nestas avenidas (onde o estacionamento foi liberado) podemos ficar mais tranquilos, mas ainda ficaremos de olho para não haver, por exemplo, veículos estacionados próximo a esquina”, completa.

Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário