quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Taxistas de São Paulo terão aplicativo para concorrer com Uber

Dentro de aproximadamente três meses, os taxistas em São Paulo contarão com um aplicativo que permitirá concorrência com outras plataformas de transporte como Uber, 99 e Cabify.


O prefeito de São Paulo, João Doria, e o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, assinaram nesta quarta-feira, 11 de outubro de 2017, um termo de cooperação para o desenvolvimento do “Taxi SP”, nome que será dado ao aplicativo.

Uma tecnologia semelhante já existe no Rio de Janeiro com um projeto piloto desde junho deste ano e já tem cerca de 10 mil taxistas inscritos.

De acordo com a prefeitura de São Paulo, a expectativa é que os taxistas possam, com a ferramenta, oferecer corridas a preços menores que as atuais, atraindo assim passageiros.

Os pagamentos das viagens serão feitos em dinheiro, cartões de crédito ou débito. Também haverá opções e percentuais para os taxistas darem desconto para os passageiros.

A prefeitura ainda informou que, por meio da ferramenta, a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes terá a geolocalização de todos os táxis em operação cadastrados no aplicativo. Com isso, será possível fazer um Raio-X da distribuição dos táxis em cada região da cidade por dia, semana e horário, além de determinar as origens e destinos mais comuns dos táxis em São Paulo.

O aplicativo também terá um conceito semelhante ao do Waze, pelo qual os taxistas também poderão informar pela ferramenta problemas como buracos, lixo, manifestação e congestionamentos.

Na apresentação, os dois prefeitos disseram que haverá uma cooperação entre as cidades em projetos locais que possam ser adaptados a cada realidade. Inicialmente, São Paulo contará com as informações sobre o aplicativo e o Rio de Janeiro deve aplicar um programa semelhante ao Corujão da Saúde, com atendimentos médicos na madrugada.

“O Táxi SP é o primeiro dos programas de cooperação entre São Paulo e Rio de Janeiro. Foi totalmente desenvolvido e implantado com sucesso lá. Quando avaliei os indicadores do programa, achei interessante aplicá-lo aqui em São Paulo”, afirmou o prefeito João Doria em nota da prefeitura de São Paulo recebida pelo Diário do Transporte.

“Vamos nos unir para concretizar esse e outros projetos juntos, como o Corujão Carioca”, declarou o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.

Na mesma nota, o secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Sérgio Avelleda, diz que a segurança a qualidade dos serviços são aspectos que devem ser pensados para o aplicativo.

“O Táxi SP oferece ao usuário a garantia que o taxista está cadastrado no sistema da Prefeitura, oferecendo mais segurança. Além disso, o aplicativo permite um controle maior da qualidade do serviço, segurança quanto aos valores cobrados, evitando abusos, e a previsão do preço da corrida antes do início da viagem”

“O aplicativo será gerenciado pela Secretaria Municipal de Transportes e pela Prodam. Quando concluído, a SMT publicará as normas para o cadastro dos taxistas. A exigência do cadastro para a utilização do aplicativo visa garantir a qualidade e a segurança do serviço que será prestado pelo app.” – complementa a nota.

Diário do Transporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário