quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Empresas de ônibus incentivam a leitura com campanha de doação de livros

Em outubro deste ano, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH) iniciou a segunda etapa da campanha “O Livro Acolhe, Abriga e Ensina”, de doação de livros. O projeto ganhou reforço com o enorme sucesso da primeira etapa lançada em 15 de dezembro de 2016.  

Foto: Divulgação

Na fase inicial a campanha conseguiu arrecadar 81.427 livros, que foram encaminhados a 249 entidades e instituições como creches, escolas, faculdades, casas de atenção à terceira idade, bibliotecas municipais e comunitárias e unidades de ressocialização, responsáveis pela distribuição do material.  

Os livros arrecadados beneficiaram 53.370 pessoas em Belo Horizonte, Ribeirão das Neves, Paraopeba e São Joaquim de Bicas. Os livros coletados na segunda etapa serão distribuídos a partir de março de 2018 para entidades e instituições cadastradas.  

A doação de livros feita através de ônibus coletivos da capital mineira surgiu de uma inspiração do presidente do SetraBH, Joel Jorge Paschoalin, de usar a capilaridade do sistema de transporte coletivo urbano por ônibus de Belo Horizonte para coletar doações em todo o município. A ação, segundo ele, está voltada para a questão da educação. “Entendemos que este é o caminho para uma sociedade melhor”, defende Paschoalin. “Ao possibilitar que, por generosidade dos belo-horizontinos, os livros circulem, o SetraBH contribui para o conhecimento, para a ampliação do saber, o que, em última instância, torna-se um instrumento de transformação social”.  

REMIÇÃO DE PENA 

A campanha envolveu toda a frota de 3.000 ônibus da capital mineira na coleta dos livros. A ação contou também com doações de autores como Rogério Procácio da Silva e Sérgio Coelho de Medeiros, além de instituições como a Fundação Itaú Social, a Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais, a Faculdade Pitágoras e o Centro Universitário Uninter. 

Parte das obras arrecadadas foi levada para a Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG), que encaminhou o material para o Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto (PIEP) para utilização no projeto “Remição de Pena pela Leitura”. A unidade da DPMG de Sete Lagoas também recebeu publicações para projeto semelhante no Presídio de Paraopeba.  

A remição (redução do tempo de encarceramento) pode ocorrer mediante trabalho, estudo ou leitura. A pessoa sentenciada tem o prazo de 22 a 30 dias para a leitura de uma obra, apresentando ao final do período uma resenha a respeito do assunto, que deverá ser avaliada pela comissão organizadora do projeto. Cada obra lida possibilita a remição de quatro dias de pena, com o limite de doze obras por ano, ou, no máximo, 48 dias de remição por leitura a cada doze meses.  

O presidente da SetraBH lembra ainda que a campanha tem pretensões mais amplas e pretende se tornar uma campanha estadual, em primeiro lugar, e, no futuro, numa ação nacional, "com apoio da NTU e participação da sociedade", explicou o presidente.  

E a ideia já está se espalhando por outras cidades: o Consórcio Transoeste, da cidade de Divinópolis (MG), se espelhou no projeto do SetraBH e lançou sua própria iniciativa de coleta de livros. A campanha “Doe seu Livro Usado e Ganhe um Sorriso Novo” também motivou o engajamento dos usuários e tornou-se um sucesso, com mais de 16 mil livros arrecadados em Divinópolis e 15 mil livros em Governador Valadares.  

ESTÍMULO À LEITURA  

A campanha do Consórcio Transoeste foi realizada em Divinópolis de junho a outubro deste ano, e em Governador Valadares a iniciativa foi realizada de agosto a novembro. Os livros arrecadados foram doados para escolas públicas municipais, presídios, bibliotecas públicas e instituições de caridade. 

O objetivo da campanha foi inserir cada vez mais as empresas no contexto onde atuam, utilizando a própria estrutura da empresa em benefício da comunidade. “Pretendemos continuar com campanhas de estímulo à leitura, principalmente das crianças. Faremos um concurso anual de redação entre as crianças das escolas públicas com premiação como uma viagem com a família a museus de São Paulo”, contou o diretor do Consórcio Transoeste, Felipe Carvalho. 

DOAÇÕES DE BRINQUEDOS E ALIMENTOS PARA CRIANÇAS  

Em Fortaleza (CE), a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (FETRANS) realizou a sétima edição da Campanha “Ônibus Encantado”, em comemoração ao Dia das Crianças. A ação teve como objetivo arrecadar brinquedos, alimentos não perecíveis, roupas e livros. Os produtos foram angariados em parceria com os sindicatos locais, que serviram como posto de coleta das doações. A campanha foi divulgada com cartazes nos terminais de integração do transporte público. O Sest-Senat também entrou na parceria e serviu como posto de coleta, e alunos do Senat também se engajaram na campanha.  

Como resultado da ação, o Orfanato Cristo Rei foi contemplado com as doações: ao todo, foram arrecadados 345 kg de alimentos, 320 peças de roupas, 543 brinquedos, além de livros, materiais didáticos e de higiene. As crianças e adolescentes fizeram um passeio no Centro Cultural do Transporte da FETRANS, onde puderam conhecer a história do transporte coletivo no estado e, ao final, participaram de brincadeiras e dinâmicas.  

O Orfanato Cristo Rei foi fundado há 66 anos e se mantém através de doações. A casa cuida de cerca de 20 crianças na faixa etária de 5 a 18 anos (internos) e mais 20 que frequentam a instituição como creche.

NTU

Nenhum comentário:

Postar um comentário