domingo, 17 de dezembro de 2017

Especial UNIBUS RN: #Rápidas do transporte local


Ranking
Além de árvore de natal, papai Noel, ceia, promessas de final de ano e pulo de sete ondas, a divulgação do ranking da frota da Grande Natal pelo Portal UNIBUS RN é o mais novo integrante da lista de tradições do final de ano. Os dados estarão disponíveis na edição do portal da próxima sexta-feira, 22. Será que as empresas se comportaram e merecem ganhar presentes do bom velhinho no Natal? Deixem seus palpites!


Apostas viciadas
Em alguns grupos de WhatsApp de debate sobre a frota local, os administradores proibiram que os integrantes façam apostas que uma empresa de Natal ficará com os piores índices do ranking. Há o temor que quem aposte na tal empresa, vença. Será?

Cidade da Grande Natal
Chamou atenção, esta semana, a presença de um ônibus da empresa Cidade do Natal operando linhas metropolitanas da có-irmã, Cidade das Dunas. O carro 6 099, fixo da linha 40 – Planalto/Mãe Luiza, operou linhas de Nova Parnamirim “a serviço da Cidade das Dunas”, devido problemas mecânicos de veículos da Dunas, que acabou ficando sem ônibus reservas. Segundo apurado pelo Portal UNIBUS RN, o ônibus obteve autorização do Departamento de Estradas e Rodagens (DER/RN) para a operação especial, e já estavam nos planos do grupo à transferência do referido veículo para a região metropolitana. 


A predominância na cor verde na pintura do ônibus, assemelhando à logomarca da Cidade das Dunas, contribuiu para que os usuários não se confundissem ao utilizar o ônibus, e a utilização do mesmo cartão eletrônico, o NatalCard, nas linhas de Nova Parnamirim foi fundamental para o “socorro” entre as empresas. Os veículos da Dunas já estão finalizando os serviços, e o carro 6 099 já deverá retornar à frota municipal nesta semana.

Não é a primeira vez
A Cidade do Natal já operou linhas na região metropolitana. Em 2013, quando, após um acordo entre as empresas, a Cidade das Dunas passou a operar a linha Eucaliptos/Ribeira, a indisponibilidade de veículos também fez necessário que a empresa de Natal estivesse na grande Natal. A operação perdurou até que a Cidade das Dunas recebesse veículos em sua frota, garantindo a operação da linha – que depois foi suspensa por falta de autorização do DER/RN.


É tudo uma coisa só!
A operação da chamada região “conurbada” de Natal (aquelas no meio, entre Natal e outro município), definitivamente, é a mesma coisa da capital. A presença da Cidade do Natal, ainda que em um momento de “socorro” da Cidade das Dunas, comprova isso. Os ônibus são do mesmo contexto da frota urbana – muitos deles sequenciando a numeração de ordem com a frota urbana, com poucas mudanças. A bilhetagem eletrônica, fundamental para a operação, também é o mesmo. Boa parte do trajeto e das paradas também se assemelha com as linhas urbanas – alguns com total semelhança de trajeto. Já passou da hora de surgirem políticas públicas que englobem as linhas, ao menos deste contexto, e possibilitem avanços e mais estrutura aos usuários das diversas linhas, que são, sim, urbanas.


Campos renova
A Viação Campos, operadora da região metropolitana de Natal, segue renovando a frota com ônibus seminovos, oriundos do grupo Trampolim da Vitória. A mais recente renovação, dois Sveltos comprados pela Trampolim em 2006, foi apresentado em primeira mão pelo Portal UNIBUS RN. O grupo tem sido um parceiro da Campos, repassando os ônibus com melhores condições de pagamento e manutenção de confiança por parte das empresas anteriores. Apesar disso, a empresa poderá renovar a frota com carros zero quilômetro em 2018. Tomara!


Trenó Urbano
Os “trenós urbanos” promovidos pela empresa Guanabara em parceria com um shopping da zona norte de Natal têm feito grande sucesso. Este ano, a empresa disponibilizou dois veículos enfeitados com o contexto natalino, repletos de luzes e adesivos natalinos. Os ônibus foram exibidos na TV local. A proposta da Guanabara em relação ao “trenó”, porém, já é antiga. Além da exibição no final de ano, a empresa também costumava enfeitar veículos nas festas juninas, com o “ônibus do forró”, e também durante as copas do mundo.


Demorou, mas chegou
A Trampolim da Vitória, empresa operadora de linhas na grande Natal, esperou quase dois meses para receber seus novos ônibus comprados neste segundo semestre de 2017 – os 10 Comil Svelto, montados em chassis Volks 17-230 OD. Prontos desde setembro, a empresa percebeu, após a finalização dos veículos, alguns detalhes diferentes do projeto aprovado. As portas do meio e traseira, por exemplo, tiveram que ser trocadas, pois foram fabricadas com vidros na parte inferior (semelhante às portas dianteiras). O mantimento dos vidros acarretaria em aumento de gastos com a manutenção dos ônibus. 



De toda forma, a demora valeu a pena. Segundo a diretoria da empresa, o acabamento está consideravelmente melhor do que os antigos veículos comprados da marca em momentos anteriores – especialmente em comparação com os Sveltos 2011.

'Mãe, tô na Globo'
É provável que os novos carros da Trampolim sejam "garotos-propaganda" do Governo do Estado na sua próxima campanha institucional para TV. A renovação da frota intermunicipal ganhou destaque no DER/RN, que articula a associação da imagem do Governador Robinson Faria na melhoria da frota intermunicipal, após o incremento dos ônibus.


Dias contados
Em compensação, há quem aposte que o sistema de transporte de São Gonçalo do Amarante – que substituiu kombis por micro-ônibus com ar-condicionado para linhas interbairros, não deve durar muito. Não haverá condições de manter a estrutura. Será?


Equipe UNIBUS RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário