domingo, 17 de dezembro de 2017

Governador assina ordem de serviço para obras da Moema Tinoco, em Natal

“Nós da zona norte de Natal aguardamos essa obra há anos e finalmente agora a espera vai acabar, já é concreto. Essa ação do governo vai trazer progresso e desenvolvimento para nossa região”, comemorou o morador do bairro Redinha, em Natal, Davi Lemos. A obra citada pelo morador é o Sistema Viário da Avenida Moema Tinoco, que teve os trabalhos retomados nesta sexta-feira (15). O governador Robinson Faria visitou hoje o local e assinou a ordem de serviço para o início imediato das obras. 

Durante a visita, Robinson destacou a importância da obra para os moradores e turistas. “O Sistema Viário da Moema Tinoco é esperado há mais de 30 anos e agora vamos concretizar esse sonho da Zona Norte. Faremos aqui um anel viário que vai liberar o tráfego da Região Metropolitana, melhorando o fluxo de carros. Natal será a segunda capital do país a ter uma estrutura desse tipo. Essa obra é prioridade em nosso governo e queremos entregá-la em breve para a população”, afirmou o governador. 

As obras estavam paralisadas desde o mês de março, pois o contrato com a empresa responsável foi cancelado pelo não cumprimento de prazos. A segunda colocada na licitação, A. Gaspar, assume o empreendimento a partir de agora. “A pedido do governador vamos realizar a obra em ritmo acelerado para entregar o primeiro trecho do projeto em quatro meses”, contou o responsável pela construtora, Arnaldo Gaspar.


A retomada dos serviços iniciará pela conclusão do viaduto da Redinha e pelas avenidas Conselheiro Tristão e Moema Tinoco, no trecho entre a João Medeiros Filho até a estrada de Genipabu e Viaduto da Redinha. Em seguida, o trabalho segue nas avenidas das Fronteiras, Rio Doce e Tocantínea, entre o Gancho de Igapó, na BR-101, até a Avenida Moema Tinoco. 

As obras do Anel Viário na Zona Norte de Natal consistem na construção de viadutos, corredores de ônibus, calçadas, ciclovias e alargamento de avenidas.

O diretor de obras e operações do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Caio Múcio, informou que “a previsão de entrega do empreendimento completo é para o final de 2018”.

A obra está com 25% dos serviços executados e tem um investimento total de R$ 88 milhões, com recursos provenientes do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço (FGTS), Proinveste e Orçamento Geral da União.

Fotos: ASSECOM/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário