sábado, 16 de dezembro de 2017

Prefeitura de SP reduz em 40% investimento em manutenção de corredores e faixas de ônibus

A Prefeitura de São Paulo diminuiu em 40% o investimento na manutenção de pavimentação nos corredores e faixas de ônibus em 2017 se comparado com os primeiros dez meses do ano passado. Isso representa quase R$ 10,7 milhões a menos de investimento, segundo números obtidos pelo Bom Dia São Paulo por meio da Lei de Acesso à Informação.

Faixas e corredores estão com buracos (Foto: Reprodução/TV Globo)

De janeiro a outubro de 2017 foram R$ 16,1 milhões, menos que os R$ 26,9 gastos no mesmo período de 2016.

Nas ruas, os motoristas reclamam das condições do asfalto e dos inúmeros buracos que aparecem pela cidade. “É muito buraco, ondulação também, péssimo” afirma o motorista Eduardo dos Santos Benedito.

O Bom Dia São Paulo percorreu as faixas de ônibus da Avenida Brigadeiro Luís Antônio, na região central, e constatou que os buracos e ondulações causadas por remendos são constantes. “Dá até uma preocupação de o ônibus dar uma tombada. É bem precária a situação”, afirma Edinalva Ferreira.

A SPTrans diz que, neste ano, recuperou 34 quilômetros de faixas e corredores em avenidas como Rio das Pedras, Franscisco Morato, General Edgar Facó e Aricanduva.

Sobre a redução dos recursos de manutenção, a SPTrans disse que uma liminar que impedia o uso dos recursos das multas de trânsito para pavimentação foi derrubada em agosto deste ano. Os investimentos voltaram a ser feitos de forma gradual e foi feito um cronograma de obras nos corredores e faixas de ônibus.

Ainda segundo a SPTrans, os trechos mostrados pela reportagem do Bom Dia São Paulo serão vistoriadas e reparados.

G1 SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário