segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Volkswagen lança portal que une Scania e MAN e foca eletromobilidade

A Volkswagen Truck & Bus GmbH, subsidiária da mundial Volkswagen AG, vai dar mais ênfase à eletromobilidade e à aplicação de combustíveis alternativos ao petróleo em veículos comerciais. A holding reúne as empresas MAN, Scania, Volkswagen Caminhões e Ônibus e RIO.

Ônibus europeu da MAN. Empresas do grupo devem unir esforços nos mercados regionais, diz comunicado. Foto: Divulgação

Em comunicado à imprensa especializada brasileira, por meio da assessoria da MAN Latin America, a marca divulgou a criação de um novo portal mundial que reúne todas as marcas.

Na divulgação, a MAN, em nota, afirmou que o foco da VW Truck & Bus é a união de forças das empresas nos mercados regionais e que, no processo de modernizar os veículos, estão os desenvolvimentos em eletromobilidade e combustíveis alternativos.

A Volkswagen Caminhões e Ônibus segue na rota da internacionalização: a marca acaba de estrear no novo site corporativo mundial do grupo VW Truck & Bus, que reúne suas empresas com foco na união de forças nos mercados regionais mundo afora, no intuito da expansão global por meio da inovação.

A missão é conduzir o transporte a um nível avançado, já que um melhor transporte torna o mundo melhor graças a inovações na linha da digitalização, sustentabilidade e urbanização, o que inclui desenvolvimentos em eletromobilidade e combustíveis alternativos.”, diz a nota.

A marca Volkswagen teve o nome manchado mundialmente por causa do escândalo que ficou conhecido como “dieselgate”, envolvendo os veículos pequenos.  Em parte da Europa e Estados Unidos, a legislação permite a fabricação de picapes e carros movidos a diesel.

O “dieselgate” consistiu em um esquema de falsificação de testes de emissões de poluentes. Outras marcas também foram envolvidas, mas o caso da Volkswagen chamou mais a atenção.

A fraude foi descoberta em 18 de setembro de 2015, pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos. Um software instalado pela Volkswagen apenas nos momentos de testes indicava que os veículos poluíam menos que o total de poluentes emitidos na prática.

Em 22 de setembro de 2015, a Volkswagen assumiu que 11 milhões de carros a diesel da marca no mundo receberam este software que fraudava o nível real de emissões de poluição. No dia seguinte, 23 de setembro de 2015, o presidente global do grupo, Martin Winterkorn, pediu desculpas pelo escândalo e renunciou ao cargo.

No dia 28 de setembro de 2015, a Audi, que pertence ao grupo da Volkswagen, também admitiu que fraudava os veículos e que 2,1 milhões de carros receberam o software adulterador.

Em 21 de outubro de 2015, a Volkswagen Brasileira admitiu que 17.057 picapes Amarok  2.0 turbodiesel, feitas entre 2011 e 2012, receberam o mesmo software que fraudou os testes de emissões nos Estados Unidos. A empresa recebeu no Brasil, multa de R$ 50 milhões pelo Ibama e de R$ 8,3 milhões do Procon. Em 27 de março de 2017, o Ibama constatou que realmente a Amarok diesel polui mais do que o permitido pela lei brasileira com base em estudos realizados pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo –Cetesb. A multa foi mantida.

O escândalo não envolveu os ônibus e caminhões, mas serviu para ajudar o grupo Volkswagen a acelerar os projetos já existentes de veículos pesados menos poluentes também, até por uma questão de imagem da marca.

Outras marcas e empresas foram envolvidas no caso dieselgate, entre as quais, Bosch, Mercedes-Benz, Suzuki, FCA (Fiat e Chrysler), Renault, Nissan.

SITE:


Sobre o portal que engloba todas as marcas de pesados da Volkswagen, a MAN Latin America informou que há informações sobre os veículos e as políticas de cada empresa do grupo.

A empresa também divulgou os números consolidados de participação de mercado no ano passado.

Já online em https://www.vwtb.com/en, o portal oferece informações como relatórios, gráficos e endereço para as redes sociais das marcas do grupo. Graças à navegação de menus focada e intuitiva, mais informações relevantes aparecem logo que os usuários clicam em uma área específica. A longo prazo, o site também se tornará uma plataforma de informação e diálogo para questões em torno da indústria.

A Volkswagen Truck & Bus GmbH é uma subsidiária da Volkswagen AG. Juntamente com as marcas MAN, Scania, Volkswagen Caminhões e Ônibus e RIO, está entre os principais fabricantes mundiais de veículos comerciais. Em 2016, as marcas da Volkswagen Truck & Bus venderam um total de cerca de 184 mil veículos. A oferta abrange veículos comerciais, caminhões e ônibus, que são produzidos em 25 locais em 17 países.

Em 2016 a empresa empregava cerca de 77 mil pessoas em suas marcas de veículos comerciais. O objetivo do Grupo é realinhar o Sistema de Transporte – com seus produtos e serviços e como parceiro para seus clientes.

Diário do Transporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário