quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Governo do DF inicia renovação da frota com 50 novos ônibus

Atendendo ao programa ‘Circula Brasília’, que prevê a renovação da frota de ônibus que atende o transporte público do DF, nesta quarta-feira (24) 50 ônibus zero quilômetro foram entregues diante do Palácio do Buriti. O governador do DF, Rodrigo Rollemberg, comemorou o início do processo que, segundo ele, vai garantir “mais qualidade e segurança para o transporte público do DF”.

Foto: Divulgação/Diário do Transporte

Os novos ônibus começarão a circular na próxima segunda-feira (29), nas linhas da Viação Piracicabana da bacia 1.

Rollemberg citou no evento outras medidas que, segundo ele, vão melhorar o serviço prestado à população. O governador lembrou as obras do trevo de triagem norte, a expansão do metrô em Samambaia e a extensão do tempo de integração do Bilhete Único.

A renovação da frota é obrigatória no período de no máximo sete anos, mas a troca dos ônibus acontece antes, com quatro anos de uso, para a incorporação das novas tecnologias.

A Secretaria de Mobilidade do GDF detalha as características dos novos modelos: todos têm biometria facial, sinal de sistema de posicionamento global (GPS) e um motor mais potente e econômico. O objetivo do GDF é trocar todos os 2,7 mil ônibus, sem previsão para o fim do processo.

Com os 50 novos ônibus entregues nesta quarta-feira (24), as linhas da viação Piracicabana na bacia 1 serão renovadas. A Piracicabana atende trajetos em Planaltina, Guará, Sobradinho, Plano Piloto, Cruzeiro e Universidade de Brasília (UnB).

A entrega dos 50 novos ônibus nesta quarta-feira acontece após a reforma do terminal de Planaltina e a ampliação do Bilhete Único e dos pontos de compra e recarga dos cartões. Assim, os passageiros da região terão não só mais linhas, como mais horários e mais economia.

O terminal de Planaltina é utilizado por cerca de 91 mil pessoas diariamente. Com as mudanças, os usuários da região terão mais 246 viagens diariamente, reduzindo o intervalo entre os ônibus, em média, para 11 minutos.

Diário do Transporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário