segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Metrô chileno vai operar com 60% de energia eólica e solar

Usado diariamente por 2,2 milhões de pessoas, o metrô de Santigao passa agora a funcionar com 60% de energias renováveis, solar e eólica. Essa marca está sendo possível graças à inauguração, no dia 11 de janeiro, de um parque solar de 100 megawatts, a usina El Pelicano, ao norte do país.

Foto: Diarios Comunales

A cerimônia de inauguração foi comandada pela presidente do Chile, Michelle Bachelet. Além dessa nova usina, o metrô chileno também recebe energia não convencional de um parque eólico, o que faz com que a maior parte da eletricidade para o sistema metroviário da capital chilena venha de fontes limpas. 

Segundo o ministro de Energia, Andrés Rebolledo, "nenhum outro metrô no mundo incorporou tal magnitude de energia renovável não convencional em seu consumo. O do Chile será o primeiro a operar com 60% da energia proveniente de usinas de energia solar e eólica". A obra em El Pelicano teve início em 2016, e esteve a cargo da desenvolvedora solar SunPower, que detém a empresa Total, com sede nos Estados Unidos.

Mobilize

Nenhum comentário:

Postar um comentário