sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Contra a Reforma da Previdência, rodoviários anunciam greve para o dia 19

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro-RN) decidiu decretar greve a partir da segunda-feira, 19 de fevereiro, contra a votação da Reforma da Previdência pelo Congresso Nacional.

Foto: Wellington Rocha

“Já havia um acordo desde o ano passado de que se essa tentativa de reforma prosseguisse estraríamos em greve. Segunda é o dia em que o processo de votação começa, e então os rodoviários de todo o Brasil vão parar na segunda”, declarou Harley Davidson, diretor do Sintro, destacando a abrangência nacional do movimento.

A frota emergencial de 30% vai continuar em circulação nas ruas, conforme manda a lei.

Davidson justificou a greve criticando a reforma. “Estamos nesse protesto porque essa reforma afeta diretamente os trabalhadores. Se passar no Congresso Nacional não sabemos quando vamos nos aposentar, e depois de uma certa idade fica difícil para um rodoviário continuar trabalhando”, pontuou.

Enquadrados na categoria de funcionários da iniciativa privada, os rodoviários, caso a reforma seja aprovada, poderão se aposentar aos 58 anos, em 2031. Pela regra de transição, poderão se aposentar por tempo de contribuição, pagando o pedágio de 30% sobre o tempo que falta para os 35 anos exigidos. Assim, poderiam se aposentar daqui a 13 anos (os 10 que faltam, mais o pedágio de 3).

Portal no Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário