sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Mercedes-Benz vende 150 ônibus urbanos para o sistema de Recife

Foto: Divulgação
A Mercedes-Benz anunciou agora há pouco de forma oficial que vendeu 150 ônibus urbanos para o sistema de Recife. Deste total, 85 unidades serão para a empresa Caxangá e 65 para a Metropolitana. Os primeiros veículos deste lote devem ser entregues a partir de março.

Todos os ônibus são de motor dianteiro, de chassi OF1721 – Euro V e foram financiados pelo Banco Mercedes-Benz por meio de CDC – Crédito Direto ao Consumidor.

Em nota, o diretor de Vendas e Marketing de Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil, Walter Barbosa, disse que a marca liderou no ano passado as vendas de veículos de transporte coletivo no sistema, respondendo por 50% do mercado local, cuja concorrência é grande.

“Nos últimos dois anos, realizamos a venda de cerca de 330 chassis da nossa marca para Recife … fechamos o ano de 2017 na liderança de vendas no mercado local, com 50% de market share. Essa nova comercialização de 150 unidades garante a manutenção de uma excelente participação de mercado numa região muito concorrida”.

Walter Barbosa acrescentou ainda que o modelo está entre os ônibus mais vendidos da marca.

“O chassi de ônibus OF 1721, nosso campeão histórico de vendas, oferece robustez e resistência nas severas operações do transporte urbano de massa, daí a ampla preferência por esse modelo nas renovações de frotas de diversas regiões metropolitanas do País” reforça Walter. “Os chassis da nossa marca também são reconhecidos no mercado pelo ótimo nível de conforto e segurança que oferece aos usuários e ao motorista. Além disso, se destacam pelo reduzido consumo e baixo custo operacional para as empresas, contribuindo para a obtenção da rentabilidade desejada”, destaca o executivo.

O executivo ainda disse que outro motivo da escolha pela marca é a assistência técnica e o pós-venda na região.

“Isso inclui, por exemplo, o atendimento especializado dos concessionários Center Bus”, afirma Walter. “Eles oferecem uma estrutura voltada exclusivamente para ônibus, na qual os clientes encontram uma equipe de profissionais treinados para essa finalidade, com gerentes, vendedores e assessores ao frotista”.

No mesmo material de imprensa, a Mercedes-Benz relacionou algumas características do modelo OF 1721, que pode ter suspensão metálica ou pneumática, e diz que o banco da marca fechou janeiro em Recife com R$ 67 milhões em novos negócios, o melhor resultado desde 2014.

OF 1721 oferece opções de suspensão metálica ou pneumática

Além de atender o transporte urbano de passageiros, o OF 1721 é indicado também para fretamento contínuo, como o transporte de funcionários, e fretamento eventual, em caso de grupos de turistas, além de transporte rodoviário de curtas distâncias. Nestes casos, os veículos recebem carroçarias com características de ônibus rodoviários.

Desenvolvido para receber carroçarias de até 13,2 metros, o OF-1721 vem equipado com o motor eletrônico OM-924 LA de 4 cilindros, que oferece potência de 208 cv a 2.200 rpm e torque de 780 Nm de 1.200 a 1.600 rpm. Este motor se destaca pela economia no consumo de combustível e por um alto torque em baixas rotações.

Além da tradicional configuração com suspensão metálica, o OF 1721 é oferecido também com suspensão pneumática, aumentando a satisfação dos passageiros e do motorista em relação à comodidade do veículo.

Entre os itens de série do OF 1721 incluem-se ainda o exclusivo freio-motor Top Brake, sistema de freio ABS, caixa de mudanças G 85 de 6 marchas com radiador de óleo, polia adicional para ar condicionado e conexão para extração de dados de telemetria (FMS). A lista de opcionais conta com itens como tacógrafo digital, retarder e limitador de velocidade.

Negócios do Banco Mercedes em Recife

A regional de Recife do Banco Mercedes-Benz atingiu, em janeiro, R$ 67 milhões em novos negócios, o melhor resultado desde dezembro de 2014. No primeiro mês deste ano, foram financiados 332 veículos, dos quais 290 por meio do Crédito Direto ao Consumidor (CDC). O principal destaque veio do segmento de ônibus urbano: a unidade bateu o recorde histórico com 224 unidades negociadas nessa capital, o que representa 67% do volume dos contratos. Na sequência, vieram os caminhões, com 27%, e os modelos da linha Sprinter, com 6%. 

“Esse resultado representa um crescimento de 42% em relação ao mês anterior. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o salto é de 168%”, afirma o gerente regional dos escritórios regionais de Recife e Brasília, Áureo Vasconcelos. “Com 87% dos negócios, o CDC foi a modalidade de crédito escolhida pelo consumidor. A redução da taxa Selic, aliada à simplicidade da operação que tem parcelas fixas, contribuiu para o aumento da procura por este tipo de operação”, avalia o executivo.

A expectativa para os próximos meses é de que a regional, que atende aos Estados do Norte e Nordeste do País, mantenha um crescimento robusto. “Já obtivemos bons resultados no último trimestre e esperamos atrair e conquistar novos clientes, oferecendo produtos sob medida para que atendam às suas necessidades”, diz Vasconcelos.

Diário do Transporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário