sábado, 17 de fevereiro de 2018

Seturn lança nota em repúdio a paralisação dos ônibus programada para segunda

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn), lançou na tarde desta sexta-feira, 16, uma nota em repúdio a paralisação dos transportes públicos, programada para a próxima segunda-feira, 19.


Em assembleia geral realizada na última quinta-feira, 15, o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro-RN) aprovou a paralisação das atividades em um ato contra a Reforma da Previdência, que começará a ser discutida na Câmara logo no dia seguinte.

O Sintro garantiu a circulação de 30% da frota dos coletivos e prometeu não interferir no transporte da população. A Seturn, porém, acredita que população será sim prejudicada caso a parada aconteça, “dificultando o ir e vir” daqueles que dependem deste meio de locomoção, garantindo 50% da frota em atividade.

Veja na íntegra a nota do Seturn:

O Seturn repudia veementemente a decisão do Sintro em paralisar o transporte público em Natal, na segunda-feira (19), dificultando o ir e vir da população.

O debate com o Governo Federal com relação a Reforma da Previdência deve ser tratado em foro específico e não impedindo a população de se deslocar.

Em reunião com o TRT/RN ficou decidido que a frota de ônibus de Natal deve circular normalmente. E, caso ocorra a mobilização prevista pela direção do Sintro a frota deve ser de 50% e não os 30% como solicitou o Sintro.

A direção do Seturn reforça a necessidade de bom senso a diretoria do Sintro para que não paralise o sistema tendo como pretexto a tramitação da Reforma Previdenciária no Congresso Nacional. Pois, com o decreto de intervenção federal na Segurança do Estado do Rio de Janeiro tal matéria, por força legal, saiu da pauta do Congresso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário