quinta-feira, 22 de março de 2018

Em permuta, Oceano deverá iniciar operação da linha 123 - Vila de Fátima/Petrópolis

Uma permuta entre empresas operadoras do transporte intermunicipal do Rio Grande do Norte poderá se concretizar nas próximas semanas. A Expresso Oceano, empresa que pertence a Guanabara e concentra a maioria de suas linhas na grande Natal, vai assumir a operação da linha Vila de Fátima/Petrópolis. O trajeto hoje é operado pela empresa Riograndense, que por sua vez vai assumir a linha Natal/Pipa - único trajeto fora da zona norte de Natal operado pela Oceano, que conta com veículos rodoviários.


O Portal UNIBUS RN anunciou em primeira mão a possibilidade de a Viação Riograndense assumir a linha Natal/Pipa, ainda em janeiro. Segundo informações apuradas pelo Portal, a mudança na empresa operadora encontrava resistências por parte do órgão gestor, o Departamento de Estradas e Rodagens (DER/RN). Já agora, as negociações estão avançadas, e a mudança prestes a se concretizar. A linha Vila de Fátima recebeu o código 123, e já foi cadastrada no CitaMobi, aplicativo que informa o horário do próximo ônibus a partir da parada selecionada pelos usuários.


Com a mudança, a Riograndense diminui sua atuação em Extremoz - o município hoje é atendido pela Expresso Oceano, porém, seus distritos (como Vila de Fátima, Araçá e Estivas) e praias (como Barra do Rio e Pitangui) são atendidos pela Riograndense. Com a mudança na operação, a comunidade de Vila de Fátima passa a ter acesso a bilhetagem eletrônica que a Oceano utiliza em suas linhas, dando aos usuários a possibilidade de realizar integração temporal com as demais linhas de Extremoz (120 - Extremoz/Norte Shopping; 121 - Extremoz/Petrópolis; e 122 - Extremoz/Mirassol).



Já a chamada "Oceano Sul" deixa de existir - na realidade, no final de 2017, foi anunciado o fim da empresa Oceano, devendo haver unificação com a Guanabara, sua proprietária, porém até o momento, a mudança ainda não se concretizou nas operações públicas. A linha Natal/Pipa era a única do segmento rodoviário operada pela Oceano atualmente, com apenas três veículos e reduzido quadro de horários.

O fim das operações da linha pela Expresso Oceano já era cogitado, e foi reforçado no final de 2017, quando a empresa Guanabara anunciou o fim da Oceano, e a concentração de suas operações apenas como Guanabara. Desde 2010 Oceano deixou de atuar em diversas outras linhas intermunicipais nas regiões sul e agreste - mesma de atuação da Riograndense.


Apesar da troca de empresas, a Riograndense continua em vantagem na operação da área norte, já que as linhas de Maxaranguape e Jacumã, de responsabilidade da empresa, também atendem a Extremoz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário