domingo, 25 de março de 2018

Especial UNIBUS RN: #Rápidas do transporte local


Resta 1?
A Prefeitura do Natal, através da Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) determinou que a linha 40 (Planalto/Mãe Luíza) passaria a atender o Condomínio Village do Prata. Segundo a STTU, a operação ocorre em caráter experimental nos primeiros quinze dias. O experimento, porém, ocorre com apenas um veículo: o carro 6 065. O veículo tem um papel A4 impresso na lateral escrito "ALIMENTADOR TERMINAL 40". Ele sai do seu terminal, no Planalto, entra no Village e volta pro Planalto. O trajeto ocorre com o destino eletrônico desligado. Como o trajeto do veículo retorna para o terminal, ele circula entre os blocos do condomínio.


Propaganda enganosa
Já a empresa Conceição, responsável pela operação da linha 587 (Circular – Guarapes/Village do Prata) informa no veículo da linha que a tarifa custa R$ 2,50, como determinado pela Prefeitura, mas nas passagens pagas com o cartão eletrônica, é debitado o valor de R$ 3,35 – a tarifa convencional de Natal. Segundo apurado pelo Portal UNIBUS RN, isso ocorre pra que não se desconte R$ 0,85 numa possível integração com 59/599 na Rua Novo Guarapes e não criar confusão com o "pessoal" do Guarapes, Planalto e Village.



Desconto no pagamento à vista
Aparentemente, a empresa Conceição prefere operar desta forma temendo "retaliação" dos moradores que moram no entorno Guarapes/Planalto/Lenigrado/Village. Quem quer pagar R$ 2,50, paga no dinheiro. Quem passar no cartão, desce na Novo Guarapes e integra ou vai até o terminal e sobe pela porta de desembarque em qualquer carro do Terminal. Subir pelo desembarque vale pra quem pegar 59/599 até o Guarapes e pegar a 587.

‘O gerente enlouqueceu’
Começam a circular boatos com a possibilidade da Parnamirim Field diminuir o valor das tarifas de suas linhas (D – Parque Industrial/Natal e E – Emaús/Natal), igualando as linhas de Natal. Possivelmente, também haveria mudança na bilhetagem eletrônica, com a substituição do RN Card (que também é utilizado nas linhas metropolitanas da Trampolim da Vitória, Campos e Litorânea), pelo NatalCard. A diminuição da tarifa e mudança de bilhetagem eletrônica das linhas D e E as colocaria no mesmo contexto das linhas semi-urbanas que utilizam o cartão eletrônico de Natal (como as de Nova Parnamirim, Cidade Verde, Golandim, Santa Rita, etc). O fato tem total ligação com o imbróglio que afetou a Field no início do ano, quando suspendeu suas operações e teve as linhas “invadidas” pela Trampolim da Vitória. Semanas depois, a Field voltou à ativa. Atualmente, boa parte de sua frota é de veículos da Santa Maria e da Cidade das Dunas, que circulam a seu serviço.


Havia um DER no meio do caminho...
Caso se concretize a redução de valor nas tarifas das linhas D e E, a questão também esbarra no órgão gestor, o Departamento de Estradas e Rodagens (DER/RN), já que as linhas se encaixam no segmento do chamado “Anel II” para terem as tarifas que têm hoje. A mudança, reduziria a classificação das linhas para “Anel I”, deixando semelhante às semi-urbanas, apesar do maior distanciamento entre a capital potiguar e a área de atuação da Field.

Destino: Ponta Negra
Juntamente com a informação da redução de tarifa, também foi disseminado o boato – conhecido popularmente como “apenas repassando” nos grupos de WhatsApp – de que a Field também iniciaria uma linha para Ponta Negra. O trajeto, inclusive, também atenderia ao Campus Universitário da UFRN.


Em tempo
Os temas abordados em relação à Field, por enquanto, são apenas boatos.

Alternativos da Vitória
Os dois opcionais que operam a linha P (Parnamirim/Ponta Negra) – linha operada conjuntamente com a Trampolim da Vitória – já podem ser visualizados no CittaMobbi, aplicativo que informa o horário do próximo ônibus a partir do ponto selecionado pelo usuário, e é utilizado pela Trampolim. Curiosamente, eles foram cadastrados como a empresa “Trampolim da Vitória”, inclusive exibindo sua logomarca no app, mas com os códigos dos próprios alternativos.

Reprodução/Facebook

De São Gonçalo a Ponta Negra
Já a linha opcional “R1” (São Gonçalo/Ponta Negra), já aceita o cartão RN Card, e disponibiliza, inclusive, integração com a linha W (Aeroporto / Residencial Ruy Pereira), conhecida como "Circular de São Gonçalo". 

Pegue seu banquinho e saia de fininho...
Após receber dezenas de veículos novos, as empresas Metropolitana e Caxangá, de Pernambuco, já se desfizeram dos vários que foram substituídos. Ainda não há confirmação da vinda deles para Natal, repetindo a renovação do ano passado nas empresas Guanabara e Oceano – que pertencem ao grupo empresarial da Metropolitana. Parte dos veículos do modelo Torino fabricados entre 2009 e 2010 deixaram Pernambuco neste sábado, nas cores originais das empresas. Eles foram substituídos por ônibus do modelo New Torino – alguns deles até com ar-condicionado.


Um é pouco, dois é bom.
Na renovação feita pela Metropolitana, o sistema municipal de Jaboatão dos Guararapes, operado pela empresa, também recebeu novos veículos. Eles receberam duas roletas para iniciar testes de operação, e a partir daí a proposta ser ampliada – quem sabe, chegando a Natal e região metropolitana, através da Guanabara e/ou Oceano.


Vencedoras
A Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste (Fetronor), realizou na última quinta-feira (22), no Recife, as premiações do V Prêmio TransportAr. O evento reuniu representantes das 74 empresas que participam anualmente do Programa Ambiental do Transporte (Despoluir) nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas. Do RN, as vencedoras das categorias urbano/metropolitano foram às empresas Oceano, Litorânea e Cidade do Sol (de Mossoró), respectivamente; no rodoviário/fretamento, as vencedoras foram, respectivamente, a Frete Tur, Viação Riograndense e Viação Jardinense.


Nenhum comentário:

Postar um comentário