domingo, 15 de abril de 2018

Expresso Oceano renova com frota pernambucana

Pelo menos um veículo vindo de Pernambuco foi adicionado à frota da empresa Expresso Oceano, 'marca' que ainda é utilizada pela empresa Guanabara para a operação de linhas intermunicipais - já que o grupo anunciou, no fim do ano passado, o fim da Oceano, concentrando as operações apenas na Guanabara.


O veículo de modelo Torino montado em chassi Mercedes-Benz OF 1722 e fabricado em 2010, recebeu a numeração 001. Ele foi fotografado e divulgado no Ônibus Brasil por Josenilson Rodrigues, do site Busão de Natal.

 

Original de Pernambuco, o ônibus pertencia a empresa Caxangá, que integra o grupo proprietário da Guanabara e da Oceano, e conta com elevador para deficientes físicos e itinerário digital. Porém, perdeu o posto de cobrador, utilizado no grande Recife mas que não é utilizado na grande Natal - a Oceano é uma das empresas que não tem mais cobradores em suas linhas.


A chegada do veículo poderá ser o aperitivo para o início da operação de dezenas de outros ônibus do mesmo modelo, pertencentes a Caxangá e a Metropolitana, que acabam de renovar sua frota com veículos zero quilômetro, e repassam os carros mais antigos de sua frota para as empresas potiguares - prática existente desde 2012, quando o grupo pernambucano adquiriu as empresas locais.

Na época da compra das empresas, a capital potiguar foi surpreendida pela aquisição de 60 ônibus zero quilômetro para a Guanabara, efetivada em 2012. Desde então, só mais duas renovações com ônibus de fábrica ocorreram, em 2015 e 2016, com 15 e 2 ônibus, respectivamente. Os veículos são os mais novos da Guanabara. Já a Oceano, desde que foi vendida e até o momento em que foi anunciado o fim da sua continuidade, não recebeu ônibus zero quilômetro.


Em Pernambuco, estado sede do grupo empresarial que controla a Guanabara, as renovações são contínuas, inclusive com a compra de ônibus com ar-condicionado.

Segundo publicações em grupos de debates de transporte local, dezenas de veículos que integraram as frotas das empresas Metropolitana e Caxangá foram vistos chegando a Natal nas últimas semanas. Se forem efetivados nas frotas da Guanabara e/ou Oceano, os ônibus deverão passar por reformas para se adaptarem ao sistema local e ganharem as operações. Com a operação, deverão substituir os carros mais antigos da frota das empresas, apesar da pouca diferença no ano de fabricação.

Um comentário:

  1. Lá em recife estão com new torino zero e aqui com essas renovações fracas

    ResponderExcluir