quarta-feira, 11 de abril de 2018

Uber compra Jump, startup de bikes compartilhadas

A Uber anunciou a compra da empresa de compartilhamento de bicicletas Jump, inaugurada em 2011 e presente em 12 cidades dos Estados Unidos. O negócio, no entanto, tem alto potencial para ganhar escala por trabalhar com modelos elétricos e com tecnologia que dispensa a necessidade de ter pontos fixos para devolver as bikes. Depois do uso, é possível simplesmente deixar a bicicleta encostada na rua, por exemplo. 

Ao comprar a operação, a Uber faz um movimento para deixar claro que não é apenas uma alternativa mais barata aos táxis, com simples oferta de carros e motoristas. A ideia da empresa é se posicionar como uma plataforma de soluções de mobilidade – a mesma busca de tantas outras organizações, incluindo montadoras, startups e companhias de tecnologia. “Estamos comprometidos a levar diversas formas de transporte ao aplicativo da Uber”, declarou Dara Khosrowshahi, CEO da Uber, em postagem on-line. 

O movimento não é isolado. Recentemente o executivo disse que gostaria de incluir na plataforma Uber sistema para gerenciar o transporte público das cidades. Nos Estados Unidos os serviços da Jump começam a ser integrados no aplicativo da companhia imediatamente.

Portal Automotive Business

Nenhum comentário:

Postar um comentário