domingo, 29 de julho de 2018

Ônibus são atacados em Fortaleza

Foto: Helene Santos
Três ônibus e um microonibus foram incendiados, no fim da tarde desta sexta-feira (27), em Fortaleza, de acordo com um oficial da Polícia Militar (PM), que pediu para não ser identificado. Os coletivos foram queimados entre o Conjunto Alvorada e a Sapiranga. Na Região Metropolitana, um outro transporte público também foi alvo de um incêndio criminoso, em Horizonte.

O oficial da PM acredita que os ataques aos ônibus se deram em represália a morte do traficante e assaltante de banco Gangão e mais dois criminosos, na última quinta-feira (26), em Amontada. O agente também informou que a polícia já esperava que pudesse existir represália na área e, por isso, chegou a enviar algumas viaturas para o local na manhã desta sexta-feira (27). 

Todos os ônibus incendiados são da empresa Via Urbana, que fica localizada próximo ao local. O microonibus fazia a linha 611 - Cidade dos Funcionários/Cofeco /Lago Jacarey e foi queimado na Rua Dr. Waldemar de Alcântara. Além dos quatro coletivos, houve também uma tentativa de ataque a um ônibus na Rua Maestro Lisboa. No entanto, não houve sucesso e o transporte foi recolhido para a garagem.

De acordo com informações da população local, um dos ônibus fazia a linha 820 - Conjunto Alvorada/Papicu foi parado na Rua Olegário Memória, próximo à subestação da Enel.

Um dos moradores da região relatou que três homens armados mandaram funcionários da Enel - que estavam fazendo reparos no local - darem sinal para o coletivo parar. Quando o ônibus parou, os criminosos subiram e mandaram motorista, cobrador e passageiros descerem do veículo, para atear fogo.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que um outro transporte coletivo também foi alvo dos criminosos, agora no bairro Parque Estrela, em Horizonte, município localizado na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). 

No local, há muitas viaturas e helicópteros da polícia. Os profissionais de segurança não informaram se os atentados foram cometidos pelo mesmo grupo, entretanto afirmam que os incêndios estão ligados a uma facção criminosa que domina o local.

Prédios públicos

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou em nota na noite desta sexta-feira que além dos ônibus, ocorreram ataques a prédios públicos na Capital, pelo menos cinco foram registrados. Na agência dos Correios (Jacarecanga), no prédio do Detran (São Gerardo), e na sede da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã, no Vila União. Coqueteis molotov foram arremessados sem sucesso, na Regional IV, no bairro Serrinha e contra uma agência bancária no Carlito Pamplona. De acordo com a SSPDS não houve vítimas em nenhuma das ocorrências.

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário