quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Biometria facial chega a 70% dos ônibus em Maceió

Foto: Rafaela Carvalho - Ascom SMTT
A biometria facial já chegou a 70% dos ônibus de Maceió, em Alagoas. Segundo a previsão da Prefeitura, até o final do ano todos os veículos estarão com o sistema implantado.

O objetivo da biometria facial nos ônibus do SIMM (Sistema Integrado de Mobilidade de Maceió) é coibir o uso indevido do Cartão Bem Legal, conforme previsto no contrato de licitação entre a Prefeitura de Maceió e as empresas de ônibus que atuam na cidade.

“Até o mês de junho, cerca de 25% dos ônibus da capital possuíam o equipamento de biometria facial. Até o final de julho, eles estarão em 70% da frota. A previsão é de que até o final o ano, o reconhecimento pela biometria facial esteja em 100% da frota de ônibus de Maceió” – disse o titular da Divisão de Cadastro de Transporte da SMTT, Zenildo Filho, por meio de nota.

Segundo informações da Prefeitura, a tecnologia é operada pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito para garantir que os cartões nas modalidades Sênior, Especial, Especial com acompanhante, Estudante e Correios sejam utilizados apenas pelos titulares.

FUNCIONAMENTO

As imagens dos passageiros são registradas pela câmera da biometria quando passam pela catraca e são monitoradas pelo Sistema de Bilhetagem Eletrônica.

“Caso seja constatada a irregularidade, o cartão será bloqueado e retido. O usuário precisará se dirigir ao posto de atendimento da Transpal, que está localizado na Avenida Vereador Dário Marsíglia, no Tabuleiro do Martins, onde será informado sobre o motivo do bloqueio do cartão” – informou a Prefeitura, em nota.

Sendo assim, na primeira ocorrência, o titular ficará sem poder utilizar do cartão por um mês e terá os créditos suspensos. Em caso de reincidência, o prazo será estendido para dois meses. Caso volte a acontecer, o benefício será cancelado por dois anos.

Diário do Transporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário