quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Número de passageiros de ônibus em Curitiba para de cair após seis anos

Foto: Prefeitura de Curitiba
O transporte coletivo de Curitiba, após seis anos ininterruptos de queda no número de passageiros pagantes, conseguiu atingir uma situação de equilíbrio.

Pela primeira vez o número de usuários do sistema que pagaram para usar ônibus na capital paranaense corresponde ao que foi projetado pela Urbs.

No período março a julho deste ano foram 76.607.282 passageiros pagantes, quase o mesmo número projetado pela Urbs, de 76.801.489.

A Urbs informa que este número poderia ter sido maior não fosse a greve dos caminhoneiros, que entre maio e junho paralisou serviços e diminuiu as viagens por ônibus.

Para o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto, “o sistema vem confirmando os dados projetados, isso é muito positivo pois demonstra que a queda no número de passageiros está interrompida”.

Ogeny atribui o resultado a uma soma de fatores: o congelamento da tarifa em R$ 4,25, a melhora na economia, a estabilidade do serviço (sem paralisações e greves), e o início da renovação da frota.

No mesmo período do ano passado a queda de usuários pagantes (de março a junho) em relação à 2016 foi de 12%.

A projeção para o ano seguinte do número de passageiros é usado pela Urbs para calcular os custos do sistema e planejar a operação do transporte. Para 2018, por exemplo, foi considerado a mesma quantidade de passageiros pagantes de 2017.

A rede transporte de Curitiba transporta por dia, em média, 660 mil pagantes. Somados os isentos esse número chega a quase 800 mil passageiros.

Diário do Transporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário