sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Primeiros 150 novos ônibus da frota municipal do Rio de Janeiro começam a operar na segunda-feira

Divulgação/Diário do Transporte
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, apresentou nesta quinta-feira, 30 de agosto, os primeiros 150 novos ônibus da frota municipal. Os ônibus começam a circular a partir de segunda-feira, 3 de setembro, nas zonas norte e oeste da cidade, conforme informado pela Prefeitura.

Os veículos têm nova padronização de cores, ar-condicionado, câmeras, Wi-Fi e entrada USB para carregar celulares. A apresentação foi feita no Estádio Olímpico Nilton Santos, o Engenhão.

A apresentação dos coletivos é parte do TAC (Termo de Ajuste de Conduta) assinado entre a Prefeitura e o Rio Ônibus (Sindicato das Empresas de Ônibus do Rio de Janeiro).

O acordo prevê a renovação e a climatização total da frota até 2020. O TAC também estabelece outras medidas, que envolvem diversas secretarias e órgãos municipais, aumento na idade máxima da frota e tarifa a R$ 4.

Segundo a Prefeitura, a padronização com cores diferentes para cada empresa tem como objetivo “atender à solicitação dos usuários, para facilitar a identificação das linhas”.

“Há um novo formato para a relação entre a Prefeitura do Rio e os empresários do setor. Trabalhamos com transparência, ficamos quase um ano negociando as melhorias que estamos apresentando hoje. A relação se dá de outra forma. Por isso, conseguimos avançar, trazer melhorias para população, que merecia essa renovação da frota, e mesmo assim mantivemos a tarifa do ônibus na cidade como a mais barata entre as capitais brasileiras”, disse o prefeito Marcelo Crivella, durante a apresentação dos veículos.

Atualmente, a frota de ônibus da cidade conta com sete mil veículos.



OUTRAS MUDANÇAS NO SISTEMA

Segundo informações da Prefeitura, o controle sobre a bilhetagem não será mais feito pelos empresários, pois passará para a responsabilidade da administração municipal.

“Um grupo de trabalho formado por técnicos da Secretaria Municipal de Transportes elabora o novo Sistema de Bilhetagem Eletrônica do município. Uma consultoria está em curso a fim de indicar o modelo mais adequado a seguir, além de fornecer diretrizes e apoio geral ao projeto, visando a atender às necessidades dos usuários e do poder público”, explicou a Prefeitura, em nota.

A Prefeitura também apresentou, na ocasião, o aplicativo Ônibus.Rio, que trará diversos serviços ao passageiro.

Entre as opções, será possível fazer consultas a itinerários de linhas de ônibus, envio de push com novos itinerários aos usuários das linhas, tempo estimado de chegada dos ônibus nos pontos e acompanhamento do trajeto por GPS.

“A nova ferramenta oferece também botão de pânico com alerta enviado ao COR (Centro de Operações Rio), com multicanais para relacionamento (Facebook, WhatsApp e Central 1746), site para simulação de viagens e dados de transparência e possibilidade de avaliação de ônibus, motoristas e viagens”.

Outra novidade apresentada foi a mudança do cartão Riocard para Riocard Duo, com função também de cartão bancário.

A Prefeitura do Rio de Janeiro e o Rio Ônibus, sindicato que reúne as companhias municipais, anunciaram em 3 de agosto de 2018 as mudanças, que têm como objetivo reconquistar a confiança em um sistema de transportes da capital fluminense, que vem enfrentando perdas de usuários, reclamações constantes e problemas como sucateamento de frota.

Diário do Transporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário