sábado, 6 de outubro de 2018

Chile apresenta novos ônibus e promete três mil veículos Euro 6

Foto: MEDIMA
O governo chileno apresentou nesta quarta-feira, 03 de outubro de 2018, os modelos de ônibus que devem compor a frota do sistema da capital e região metropolitana.

Os veículos são de motorização a diesel de padrão internacional Euro 6, que consegue reduzir as emissões de poluição em patamares bem superiores ao padrão brasileiro, que tem como base as normas Euro V.

No Brasil, a previsão é de que as normas Euro 6 só entrem em vigor a partir de 2023.

Os ônibus apresentados nesta quarta-feira têm carroceria brasileira Marcopolo e são das configurações Padron, de 13,2 m, e articulados, de 18 m.

Todos os ônibus terão WiFi, carregadores USB e ar-condicionado. Foto: MEDIMA

A estimativa é que até a metade do ano que vem, estejam em circulação 200 ônibus elétricos fornecidos pela fabricante chinesa BYD e mais 490 ônibus a diesel de diversos fornecedores.

O presidente Sebastián Piñera prometeu a ampliação da frota com a motorização Euro 6.

“Logo teremos 3.000 ônibus com tecnologia Euro-6. Ou seja, metade dos ônibus que percorrerão Santiago terá uma tecnologia nova, limpa e de grande qualidade”

Todos os ônibus terão ar-condicionado, wi-fi e tomadas USB.

Após a conclusão da licitação do sistema, o nome Transantiago será substituído por “Transporte do Terceiro Milênio” .

Os ônibus serão de cores branca e vermelha, seguindo o mesmo padrão visual do metrô.

Os modelos elétricos vão ser operados pelas empresas Metbus, Vule e STP em corredores como a Grécia, Vicuña Mackena, Américo Vespucio e Alameda.

Sebastián Piñera também prometeu a conclusão da linha 3 do Metrô para 2019 e a ampliação em 220 km da rede de corredores de ônibus até 2026.

Diário do Transporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário