terça-feira, 6 de novembro de 2018

Gás natural. Por que não?

Apesar de o Brasil ter um enorme potencial para explorar gás natural, com grandes reservas desse combustível, a ideia de maior utilização do que seria uma opção de cunho ambientalmente sustentável para o setor de transportes ainda está muito aquém do que deveria.

Imagem - Divulgação

Entretanto, algumas importantes cidades pelo mundo não deixam de usar a alternativa para movimentar suas frotas de ônibus urbanos. Um exemplo é Madri, na Espanha. A capital espanhola, por meio da operadora do transporte público local EMT, (Empresa Municipal de Transportes) está investindo na renovação de seus ônibus, com a aquisição de 276 novas unidades do modelo Citaro NGT, produzido pela Mercedes-Benz.

Com 12 metros de comprimento, os ônibus são equipados com a motorização MB OM 936G, com torque máximo de 1.200 Nm, Euro VI. Com um balanço ambiental interessante, o veículo tem sua viabilidade comprovada na operação urbana por meio de reduzido índice de emissão poluente e também em termos de ruídos, sendo 4 decibéis menor em comparação ao motor movido a diesel.

Hoje, 396 unidades do Citaro NGT operam na EMT e até o ano de 2020, um total de 672 unidades do modelo estarão circulando pelas ruas madrilenhas.

Revista AutoBus

Nenhum comentário:

Postar um comentário