Header Ads

SP: Na concorrência com Uber, linhas de ônibus seletivas dos aeroportos reduziram tarifas e número de passageiros subiu

Foto: Ilustração/UNIBUS RN
As passagens dos ônibus seletivos da Airport Bus Service que fazem ligações entre os aeroportos em Guarulhos, na região metropolitana, e em Congonhas, na zona Sul de São Paulo, estão mais baratas desde novembro.

Para profissionais que atuam na empresa, o motivo principal é a concorrência com aplicativos de transportes como Uber, 99, Cabify entre outros.

O valor das passagens que era de R$ 50,00 foi reduzido em novembro e, neste mês, até o dia 31, ficará 10% menor, R$ 45,00.

Ainda não é possível saber se a promoção atraiu o número esperado pela empresa e pela gerenciadora EMTU, mas funcionários que falaram informalmente com o Diário do Transporte notaram que a demanda cresceu um pouco.

“Antes, eu fazia viagem com um, dois passageiros. Hoje cresceu mais. Não sei se suficiente, mas parece que o pessoal tem se interessado mais. Acho que falta informar mais sobre o serviço. Em Guarulhos, tem gente que nem sabe que tem o ônibus ou onde embarcar. Tem de informar lá dentro do aeroporto e fazer propaganda por aí: rádio, jornal, internet”

Nas vezes em que a reportagem do Diário do Transporte esteve no aeroporto, viu poucas referências no interior dos terminais aos ônibus, ao contrário do que ocorre com a Uber.

As linhas seletivas são operadas por ônibus rodoviários, com ar-condicionado, poltronas reclináveis, com acesso grátis a internet por wi-fi, água à vontade e itens de entretenimento a bordo.

Os trajetos ligam os dois aeroportos ente si e a pontos como Terminais Rodoviários da Barra Funda e do Tietê, Av. Paulista, incluindo o circuito de Hotéis e Praça da República.

Dependendo do horário, uma viagem de aplicativo pode sair com preço bem semelhante ao da passagem do ônibus levando o passageiro até a porta de seu destino.

Segundo os funcionários da empresa, o passageiro do aplicativo pode ser o mesmo do ônibus.

“O pessoal pega o aplicativo e confere. Se está caro, vem então para o ônibus” – disse o motorista.

Em outubro deste ano, a empresa anunciou também um programa de fidelidade que permite o passageiro acumular espécies de “milhagens” conseguindo descontos depois de um determinado número de viagens.

Diário do Transporte

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.