Header Ads

Internacional: Paris desiste de transporte público gratuito universal

No início de 2018, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, propôs acabar com tarifas de transporte público da cidade, deixando-os gratuitos. A intenção era fazer com que a gratuidade diminuísse o número de carros circulando pelas ruas. Porém, um estudo mais profundo da questão mostrou que, mesmo sem tarifas, o tráfego na cidade diminuiria apenas 5%, pois as pessoas não se mostravam dispostas a trocar o conforto e rapidez dos veículos individuais.

Ilustração/UNIBUS RN

No entanto, a ideia não foi 100% abandonada pelos políticos. Eles adaptaram a proposta e darão tarifas grátis para crianças de até 11 anos até setembro de 2019. Estudantes a partir de 12 anos terão direito a pagar meio bilhete. Além dos transportes públicos, o sistema de aluguel de bicicletas da cidade, o Velib, será gratuito para menores de 18 anos. A medida vem com o intuito de estimular os pais a saírem com os filhos de transporte público.

As novas medidas farão com que Paris deixe de arrecadar cerca de R$ 63 milhões por ano. A prefeitura já anunciou que irá recuperar parte do montante com o aumento de painéis publicitários.

A prefeita Hidalgo também tem um projeto para garantir tarifas grátis para pessoas com renda familiar menor que um salário mínimo e meio (o equivalente a cerca de R$ 9.560). Porém, ele ainda carece de aprovação de outros partidos.

Isto É

Anúncio Publicitário


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.