Header Ads

No mar: Uber Boat, opção para fugir do trânsito caótico de Mumbai, na Índia

Desde o início de fevereiro, moradores e visitantes de Mumbai, na Índia, já estão podendo usar uma nova funcionalidade no aplicativo da Uber: o Uber Boat. O projeto piloto está sendo realizado em parceria com a Maharashtra Maritime Board e está disponível em pontos da cidade indiana como Gateway of India, Elephanta Islands e Mandwa Jetty.

Anúncio na Índia do serviço por aplicativo "Uber Boat". Créditos: Reprodução

É possível requisitar barcos com capacidade de transporte de seis a oito passageiros, ou até mais de dez pessoas (na modalidade Uber Boat XL). Todos os barcos são equipados com coletes salva-vidas, telefones de emergência e manuais de segurança. As corridas iniciam em US$ 80 para a modalidade mais básica e em US$ 132 para a que dispõe de mais lugares.

A solução busca ser mais uma alternativa para quem deseja fugir do conhecido trânsito caótico da cidade indiana de Mumbai. Ao solicitar a corrida pelo aplicativo, o usuário deve apenas se locomover até o ponto de parada marcado e – literalmente – embarcar.


“Com o Uber Boat, vamos aproveitar o vasto potencial do sistema de transporte aquaviário da cidade. Nosso objetivo é fornecer serviços eficientes e de fácil acesso para os clientes que estão procurando navegar por essas rotas específicas. Com este serviço, os operadores de barcos poderão obter acesso à base de clientes altamente engajada do Uber e aumentar sua oportunidade de ganhos”, disse em uma peça publicitária Prabhjeet Singh, líder de cidades na Uber Índia e sul da Ásia.

Croácia foi a primeira

Em todo o mundo, o Uber Boat funciona principalmente na Croácia, país que tem mais de 600 ilhas.

Essa não é a primeira vez que a Uber se adapta aos costumes locais (e específicos) de um país. Recentemente, a empresa lançou o UberBus, um serviço de micro-ônibus, no Egito. Já no início do ano passado, foi a vez de Nairóbi receber o Uber Chap Chap, em que as corridas são mais baratas do que o convencional Uber X.

Mobilize Brasil

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.