Header Ads

Procura por bike compartilhada em Manaus sobe 111% em um mês

O projeto de bicicletas compartilhadas da Prefeitura de Manaus, o Manôbike, teve o expressivo aumento de 111% na procura pelo serviço no último mês de fevereiro, com 701 viagens realizadas, contra 332 no mesmo período de 2018. 

Manôbike: mais de 16 mil viagens realizadas em Manaus. Créditos: Divulgação/ Implurb

Com mais de 16 mil viagens realizadas, o serviço na capital amazônica conta com 15 pontos para retirada das bikes no total.

E agora novos pontos estão sendo implantados nos seguintes locais: rua Ramos Ferreira, esquina com a rua Major Gabriel; na avenida Sete de Setembro, no final da ponte de ferro; em frente ao mercado municipal Walter Rayol, no Terminal 1 (T1); e no Terminal 2 (T2), no Cachoeirinha, à avenida Manicoré, esquina com a avenida Carvalho Leal. A estação que funcionava antes na Rua Miranda Leão foi transferida e está implantada na Praça da Matriz, mais próximo do terminal.

Sábados e domingos são os dias de maior uso do modal, e o horário preferido pelos usuários é o das 16h às 18h, diz a prefeitura. As estações com maior número de retiradas e bikes devolvidas são as que ficam ao lado do Teatro Amazonas e nas proximidades do Parque Jefferson Péres.

Segundo a prefeitura, para estimular o uso das bikes na mobilidade urbana e deslocamentos que sirvam às necessidades de trabalho, estudo ou lazer da população, a escolha dos locais das estações foi feita considerando conexões e a integração da bicicleta com outros modais de transporte.

“Recentemente incluímos nas rotas do projeto terminais de integração e estudamos sua expansão para locais como a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e Ponta Negra”, explicou o diretor-presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), engenheiro Claudio Guenka, acrescentando que a ideia é conectar os pontos Centro-Ponta Negra-Aleixo à futura rota, de forma segura.

Mobilize Brasil

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.