Header Ads

Contran retira obrigatoriedade de simulador para emissão da CNH

Em sua primeira reunião o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) deliberou sobre o fim da obrigatoriedade do uso de simuladores para a expedição da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Além dessa medida, o Contran reduziu ainda de 25 para 20 horas o número de aulas práticas para os aspirantes à habilitação da categoria B.

Foto: Divulgação

A informação foi comunicada pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, que preside o Contram. Segundo o ministro, os simuladores passam agora a ser facultativos, ou seja, caberá ao condutor decidir se o equipamento é importante ou não para sua formação.

O prazo para a nova regra ser implantada é de 90 dias.

A partir da mudança, o motorista terá que que fazer 20 horas de aulas práticas. Caso opte pelo uso do simulador, serão 15 horas de aulas práticas e 5 horas no equipamento.

Para o ministro, a medida visa reduzir a burocracia no ato de obtenção da habilitação. Ele acredita que com isso haverá uma redução de até 15% no valor cobrado nos centros de formação de condutores.

PLACAS MERCOSUL

O Contran reafirmou que serão feitas mudanças nas placas Mercosul, que no momento passam por ajustes técnicos. A estimativa é que entrem em vigor até o final do ano. O prazo para a implantação em todo o país, que era 30 de junho, fica assim mais uma vez adiado.

Entre as mudanças em estudo estão a eliminação de elementos gráficos e a adoção de um QR Code. O código de barras bidimensional poderá ser ativado por telefones celulares equipados com câmera e outros equipamentos, e trará informações como local de produção da placa, estado onde foi encaminhada, veículo emplacado, etc.

Diário do Transporte

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.