Header Ads

Vale-transporte poderá ser usado em aplicativo de transporte

A Audaz Tecnologia, sediada em Belo Horizonte, acaba de lançar oficialmente um aplicativo que gera economia às empresas e liberdade de escolha para os colaboradores usarem o dinheiro do vale-transporte em aplicativos de transporte, bicicletas, patinetes e para recarga de celular.

Foto: Audaz Tecnologia/divulgação

O funcionamento é simples. Primeiro, a Audaz realiza uma auditoria completa no banco de dados da empresa para entender quanto cada colaborador gasta todos os dias com transporte até chegar ao trabalho.

Em seguida, integra esses dados ao aplicativo ABSMob. A partir daí, toda vez que o funcionário não usar o vale transporte por qualquer motivo, basta informar no app e receber uma porcentagem do valor economizado. Esses valores são creditados em um cartão específico, que pode ser utilizado em outras modalidades de transporte ou mesmo para colocar combustível em seu carro ou fazer recarga de celular.

Os colaboradores que optaram por não ter vale-transporte também se beneficiam. Eles se cadastram como "caroneiros" e ganham créditos em seus cartões toda vez que ajudam os seus colegas a chegarem ao trabalho. O próprio app trata de sugerir rotas e caronas, a partir do cruzamento de dados entre os funcionários.

"Isso gera economia para as empresas, que passam a gastar menos com a gestão dos gastos de vale-transporte. Ao mesmo tempo, permite às pessoas chegarem mais rápido ao trabalho e terem uma maior liberdade de utilizar este recurso", afirma o sócio da Audaz responsável pela expansão do negócio, Carlos Mascarenhas.

Mascarenhas explica ainda que os funcionários também economizam, já que são obrigados a arcar com 6% dos custos com vale transporte pela legislação atual.

"É muito comum que o funcionário acumule os valores de vale transporte quando não os utiliza para ir trabalhar. Ele fica com um valor alto na mão, sem poder usá-lo, sendo que está sendo debitado de seu próprio salário. Com o ABSMob, esse problema é solucionado."

O aplicativo já superou as fases iniciais de testes e ajustes e está sendo utilizado por grandes empresas, como MRV Engenharia, Mezzani, Expresso Nepomuceno e Datamétrica.

O objetivo é chegar a 50 mil usuários até o final deste ano e expandir para outras médias e grandes companhias.

"Em um momento em que todos buscam soluções para o grave problema da sustentabilidade e a mobilidade urbana, encontramos uma maneira simples e eficaz de reduzir o trânsito e a poluição no trajeto mais comum entre as pessoas, que é do trabalho para casa e da casa para o trabalho. E o melhor de tudo: dando liberdade de escolha para as pessoas usarem o seu tempo e dinheiro", resume Mascarenhas.

COMO FUNCIONA NA PRÁTICA:

1 - A Audaz Tecnologia identifica quanto cada funcionário gasta com VT e integra via API com o aplicativo ABSMob;

2 - Por livre iniciativa, o funcionário informa no aplicativo toda vez que não utilizar o vale transporte para chegar ao trabalho;

3 - Parte deste valor não utilizado é creditada em um cartão específico, que pode ser utilizado em aplicativos de transporte, bicicletas, patinetes e recarga de celular, ou como vale combustível para abastecer os seus carros;

4 - O funcionário que não utiliza vale-transporte também pode ganhar, cadastrando-se como "caroneiro" dos seus colegas. Assim, toda vez que ele dá uma carona, informa no app e recebe créditos em seu cartão.

DIÁRIO DO COMÉRCIO - MG

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.