Header Ads

Campos e Riograndense iniciam parceria administrativa

Duas empresas locais iniciaram uma parceria administrativa para a gestão das operações: Viação Campos e Viação Riograndense, ambas operadoras de linhas intermunicipais, voltadas especialmente para a grande Natal, estão unindo esforços para enfrentar a crise do sistema de transporte que assola as empresas, especialmente com a perda de passageiros para outros meios de serviços.


O histórico da Riograndense é de superação. A empresa é a mais antiga do Estado, tendo iniciado as atividades em 1951, através da ligação entre o município de Nova Cruz e a capital Natal. As operações se expandiram, e em 1990 ela também passou a operar linhas urbanas de Natal. Mas entre as décadas de 1990 e 2000, as dívidas da empresa aumentaram consideravelmente, afetando suas operações - tanto em Natal, quanto das linhas intermunicipais.

No auge da crise, a empresa chegou a encerrar as operações do sistema municipal. abandonando as três linhas que operava (03 - Nova Natal/Campus/Viaduto de Ponta Negra, 28 - Nova Natal/IFRN, e 45 - Brasília Teimosa/Campus). A partir dai, a empresa se concentrou nas operações intermunicipais, trilhando uma nova trajetória de avanços.

 

A empresa modificou sua pintura, simplificando o layout, e passou a realizar parcerias para as operações que ligam Natal a diversas cidades tanto da região litoral norte, quanto das regiões agreste e trairí. As operações foram expandidas, houve aumento no número de linhas e a frota cresceu e se modernizou.



Já a Campos, outra empresa com atuação história na grande Natal, ainda enfrenta grandes dificuldades. A empresa liga a região de Pirangi do Sul a Natal. A última renovação com veículos zero quilômetro ocorreu em 2012, quando ela comprou uma unidade do Apache VIP II, encarroçado em chassi Volkswagen 17-230 OD.


De lá pra cá, a empresa tem enfrentado dificuldades administrativas. A renovação da frota passou a ocorrer com ônibus seminovos, e a queda no número de passageiros cresceu significativamente.


Agora, com a parceria administrativa, as empresas vão unir suas gestões visando diminuir custos na aquisição de peças para a manutenção dos ônibus e serviços a serem oferecidos. Elas também buscam dar melhorias para as operações, com a renovação de frota da Campos.

A médio prazo, cinco veículos deverão ser incluídos na frota da Campos. Ainda não há informações detalhadas sobre a renovação.

A expectativa da parceria é a melhoria dos serviços oferecidos nas empresas.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.