Header Ads

Inquérito vai apurar necessidade de mudanças no trânsito de Natal

As intervenções e necessidades de mudanças no trânsito em Natal serão investigadas pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte. A promotora Maria Danielle Simões Veras Ribeiro, da 49ª Promotoria da Cidadania, instaurou inquérito para apurar a necessidade de melhoramentos na sinalização e fiscalização em algumas das principais vias de Natal onde foram registrados mais acidentes fatais. Ao todo, o MP quer informações sobre 10 vias.


No inquérito, a promotora quer apurar a necessidade de intervenções na Prudente de Moraes, Avenida Interventor Mário Câmara, Bernardo Vieira, Capitão Mor Gouveia, Rua dos Caicós, Hermes da Fonseca, Marechal Deodoro da Fonseca, Coronel Estevam, Presidente Café Filho e Avenida Senhor do Bonfim, em relação aos locais em que ocorreram mortes por acidentes de trânsito.

De acordo com o Anuário Estatístico 2018 de Acidentes de Trânsito no Município de Natal, a capital teve 247 mortes de trânsito entre 2014 e 2018. Desses casos, 111 foram envolvendo motos, 79 pedestres, 12 ciclistas e 15 que estavam em automóveis. Ao todo, as vias que cortam Natal (federais, estaduais ou municipais) tiveram 14.555 acidentes entre 2014 e 2018.

No ano passado foram registrados 5.444 acidentes envolvendo 11.967 pessoas, deixando 1.858 (15,53%) feridos e causando 58 óbitos (0,48%) – 25 durante a noite e oito deles eram pedestres.

Entre as vias que fazem parte da apuração do MP, as que tiveram mais acidentes entre 2014 e 2018 são a Prudente de Morais (1.534), Bernardo Vieira (912) e Capitão-Mor Gouveia (588). Já com relação aos óbitos, a Prudente de Morais registrou 11, a Interventor Mário Câmara teve oito, Bernardo Vieira e Capitão-Mor Gouveia tiveram sete mortes cada, Rua dos Caicós teve seis mortes, Hermes da Fonseca e Deodoro da Fonseca tiveram cinco morte, enquanto as avenidas Coronel Estevam, Presidente Café Filho e Senhor do Bonfim, tiveram quatro mortes, cada.

Mudanças: Os números de acidentes motivaram a Prefeitura do Natal a iniciar intervenções em vias da cidade. A previsão inicial era de instalação novos semáforos combinados com faixas de pedestres na Salgado Filho (quatro), Bernardo Vieira (um) e Hermes da Fonseca (dois). O foco da STTU é facilitar a travessia de pedestres entre paradas de ônibus, principalmente.

As intervenções viárias previstas pela STTU foram embasadas em estudos e informações sobre os locais com maiores registros de ocorrências, quantidade de acidentes, e número de vítimas. Após análise, o órgão identificou os principais locais de atropelamentos e cruzou com dados sobre a dificuldade do pedestre em atravessar a via.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.