Header Ads

Novo Híbrido Dual da Eletra de 15 metros será destaque na Arena ANTP

A Eletra, empresa 100% nacional de tecnologia para mobilidade limpa, apresenta mais uma novidade ao mercado: um novo modelo de ônibus Dual.

O veículo, que foi fotografado em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, no Paraná, tem carroceria Marcopolo Torino LE e chassi MAN 18-280 OT LE, de piso baixo.

Foto: William Rufino (Ônibus Brasil)
O Diário do Transporte entrou em contato com a Eletra que confirmou que o veículo, de 15 metros de comprimento, será um Dual Híbrido, ou seja, reúne as tecnologias 100% elétrica e híbrida/elétrica.

A autonomia da bateria, neste novo modelo é maior, podendo operar 25 km por volta exclusivamente no modo elétrico.

O novo ônibus da Eletra será uma das atrações da Arena ANTP, evento da Associação Nacional de Transportes Públicos que vai ser realizado na capital paulista entre os dias 24 a 26 de setembro, no Transamerica Expo Center, na zona Sul da capital paulista.

A "Arena ANTP 2019 - Congresso Brasileiro de Mobilidade Urbana" vai reunir especialistas, indústria, representantes do poder público e imprensa especializada em transportes para debater tendências sobre os deslocamentos na cidade.

A Eletra, com sede em São Bernardo do Campo, é pioneira em Dual-Bus no Brasil.

O primeiro Dual foi lançado oficialmente em 2015 e opera no Corredor Metropolitano ABD, que liga o ABC Paulista à Capital. É um ônibus “superarticulado” de 23 metros de comprimento com chassi Mercedes-Benz e carroceria Caio Millennium III, que reúne as tecnologias elétrica-pura e trólebus.

Em 2017, foi lançada a versão Padron, de 13,2 metros, um veículo que reúne as tecnologias elétrica-híbrida e 100% elétrica, com carroceria Caio Millennim III e chassi Mercedes-Benz.

A principal vantagem da solução Dual, sendo a empresa, é a flexibilidade do veículo. A tecnologia a ser utilizada pode ser escolhida de acordo com os diferentes momentos da operação do ônibus, inclusive num mesmo trajeto.

Essa flexibilidade proporciona uma operação mais adequada e racional, o que pode resultar em maior economia para a prestação de serviços e ampliação da durabilidade de peças, componentes, insumos e do veículo como um todo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.