Header Ads

Brasil representou 3,26% da venda mundial de automóveis em 2018

Sair de carro ou pegar um uber tem lá suas vantagens e desvantagens, e a dúvida da escolha certa é eterna. Sabendo do aumento exponencial de uso de aplicativos de transportes, o Cuponation, plataforma de descontos online e integrante da alemã Global Savings Group, realizou uma pesquisa para saber qual opção de locomoção a população mundial vem escolhendo nos últimos meses.

A plataforma Statista divulgou recentemente um levantamento produzido durante os últimos anos para saber a média de carros vendidos mundialmente de 1990 à 2019, e apontou que os primeiros nove anos de pesquisa foram os que menos registraram vendas de carros, sendo cerca de 39,2 milhões de unidades no total - o que representa uma diferença significativa de 96,43% em comparação com 2018, ano de maior pico de vendas. 

No Brasil, a venda de veículos leves voltou a crescer em 2018 e alcançou a marca de 2.566.235 unidades, uma variação positiva de 14,6% em relação com 2017, segundo a Fenabrave. Em contrapartida, o Statista revelou que a venda global de carros no último ano foi de 77 milhões (uma diminuição frente aos 78,6 milhões de 2017), e ao cruzar esses dados o Cuponation registrou que as vendas brasileiras em 2018 representaram cerca de 3,26% do total mundial.

Um dos motivos que podem ter favorecido essa mudança de cenário global (e até mesmo algo que passa pela cabeça de alguns brasileiros atualmente) é o fato de que para muitos o carro pode representar gastos extras e excessivos, como pagamento de IPVA, gasolina (média atual de R$ 4,373 por litro), estacionamento e o próprio processo para obter a habilitação. E é aqui que os meios de transportes alternativos surgem.

Um estudo feito no ano passado pelo Cuponation divulgou que o uso dos aplicativos de transporte compensam mais que ter um carro na garagem ou fazer o aluguel de um veículo, caso seu deslocamento seja de um percurso menor do que uma viagem (ou seja, dentro da cidade).

De acordo com a Fatos e Dados, no final do ano passado já haviam cerca de 22 milhões de brasileiros aptos a pedir todos os dias uma corrida de Uber, aplicativo de transporte mais conheço dentre todos, em que a média de preços costuma ser entre R$12 e R$40 para corridas de distâncias cotidianas.

Para se ter uma ideia, a Uber revelou que atualmente o Brasil é o segundo maior mercado da empresa no mundo (ficando atrás apenas dos Estados Unidos).  São Paulo é a cidade com o maior número de corridas do mundo, e junto com Nova York, San Francisco, Los Angeles e Londres é responsável por 24% do faturamento da companhia. 

Ainda que o número de carros tenha caído, a Autoo registrou que até setembro deste ano já foram vendidos cerca de 738.479  automóveis da lista das dez marcas automobilísticas mais compradas do ano, sendo os três primeiros: Chevrolet Onix, Hyundai HB20 e Ford Ka. Veja os rankings completos no infográfico interativo do Cuponation.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.