Header Ads

Semáforos da BR-101 serão reativados em Parnamirim

Representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes do Rio Grande do Norte (DNIT-RN) e da Prefeitura de Parnamirim concordaram em reativar, daqui a 20 dias, os semáforos que ficam localizados nos cruzamentos da BR-101 com as ruas Edgar Dantas e Getúlio Vargas, no centro da cidade. O acordo foi fechado nesta segunda-feira, 30, durante uma reunião na Câmara Municipal, após pressão de vereadores e empresários.

Foto: Google

Os dois cruzamentos foram fechados na semana passada para que o DNIT-RN concluísse as vias marginais da BR-101. Segundo o engenheiro Flávio Matos, o funcionamento dos semáforos estava deixando o trânsito lento e prejudicando o acesso de caminhões e máquinas ao canteiro de obras instalado às margens da rodovia, já que o tráfego na Edgar Dantas e na Getúlio Vargas, cruzando a BR-101, era intenso. Com a conclusão das obras, a ideia era que apenas o semáforo da Edgar Dantas fosse reativado, pois dá acesso ao Hospital Regional Deoclécio Marques de Lucena.

Apesar de ter desafogado o fluxo e minimizado os congestionamentos na região, a medida foi criticada por empresários. De acordo com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Parnamirim (CDL), Bira Marques, o comércio foi drasticamente afetado pelo fechamento dos dois cruzamentos. Na opinião dele, as opções de conversão existentes – nos viadutos da Cohabinal e do Parque Aristófanes Fernandes – não são satisfatórios e afastam consumidores da região central da cidade. “Nossa cidade foi dividida ao meio, e isso é ruim. Precisamos fazer algo que reverta essa situação”, destacou Bira.

Pedestres também reclamaram da desativação dos semáforos. Isso porque, com o trânsito sem retenção na BR-101, a única opção de travessia passou a ser uma passarela que fica a 140 metros da Getúlio Vargas e a 130 metros da Edgar Dantas. O DNIT-RN calcula que a caminhada dos cruzamentos até a passarela seria de apenas dois minutos (ida e volta), mas pedestres têm ignorado o equipamento e preferido se arriscar entre os carros.

O também engenheiro do DNIT-RN Alexandre Pereira explicou que, para os motoristas, o impacto do fechamento dos semáforos é pouco significativo. Ele mostrou que o viaduto do Parque Aristófanes Fernandes está a apenas 1.050 metros da Getúlio Vargas e que fazer o retorno lá não demora mais que três minutos. Se a opção for o viaduto da Cohabinal, a manobra é ainda mais rápida: 2 minutos, já que o equipamento está a apenas 800 metros.

Parnamirim Agora

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.