Header Ads

Região Oeste da Grande São Paulo recebeu 165 ônibus zero quilômetro neste ano, diz EMTU

Desde o início deste ano de 2019 até a semana passada, foram colocados em circulação nas linhas metropolitanas da região Oeste da Grande São Paulo 165 ônibus zero quilômetro. A compra foi feita pelo Consórcio Anhanguera, liderado pela Viação Urubupungá.

Novos ônibus possuem ar-condicionado. Foto: Gildo Vendramini

A informação é da EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, gerenciadora do sistema.

Ainda segundo a EMTU, na última semana, foram colocados em circulação 20 coletivos dotados de ar-condicionado, elevador para cadeira de rodas e tomadas USB para carregamento de celulares e notebooks.

Os veículos são de categoria básica (motor dianteiro e transmissão manual) com capacidade para transportar 35 passageiros sentados e 39 em pé.

O Consórcio Anhanguera opera na Área 2 de concessão da Grande São Paulo, formada pelos municípios de Cajamar, Caieiras, Itapevi, Jandira, Carapicuíba, Osasco, Barueri, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus, Francisco Morato e Franco da Rocha.

As renovações de frota ocorrem mesmo com a indefinição sobre a licitação do sistema e ônibus metropolitanos na Grande São Paulo, que deveria ter sido realizada em 2016, quando venceram os contratos assinados em 2006. Na área 5, do ABC Paulista, a situação é pior e nunca foi feita uma concorrência para definir as empresas de ônibus. As atuais viações operam a título precário apenas como permissionárias e a frota é uma das mais velhas da Grande São Paulo.

No início do ano, o presidente da EMTU, Marco Antônio Assalve, e o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, disseram que o edital seria lançado entre o final do primeiro semestre e o início do segundo, o que não ocorreu.

Ainda não há previsão de lançamento do edital.

Diário do Transporte

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.