Header Ads

Linhas de ônibus com tarifa reduzida em Curitiba atraem mais passageiros e têm equilíbrio financeiro

As seis primeiras linhas que tiveram a tarifa reduzida pela prefeitura de Curitiba fora dos horários de pico atraíram mais passageiros e conseguiram equilíbrio financeiro. A informação é da Urbs – Urbanização de Curitiba S.A.,  gerenciadora do sistema.

Foto: Esio de Oliveira Soares/Ônibus Brasil

Segundo levantamento da empresa municipal, nos 45 primeiros dias de operação, houve um acréscimo, em média, de 134 passageiros por dia útil. Isso significa 3 mil passageiros pagantes  a mais nas seis linhas em um mês (22 dias úteis).

A tarifa reduzida, de R$ 3,50 – R$ 1 a menos do que a normal – vale para os horários de 9h às 11h e das 14h às 16h e para pagamento exclusivo com o cartão-transporte usuário.

Ainda de acordo com a Urbs, estas linhas tinham queda média de 21% a 27% nos horários entre picos, enquanto a média do sistema total é de 18% entre-pico.

Atualmente, as seis transportam em torno de 18 mil passageiros por dia útil.

As linhas são: 212- Solar, 213 – São João, 214 – Tingui, 265 – Ahú-Los Angeles, 461- Santa Bárbara e 965 – São Bernardo.

O levantamento se refere ao período entre 16 de outubro e 29 de setembro.

Desde 03 de dezembro de 2019, outras cinco linhas tiveram tarifa reduzida, mas aind anão foi feita a comparação de demanda: 661 – V. Lindóia; 662 – Dom Ático; 666 – Novo Mundo; 860 – V. Sandra; e 870 – São Braz. Juntas, essas linhas têm atualmente um fluxo de 31,1 mil pessoas por dia.

Diário do Transporte

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.